domingo, 13 de dezembro de 2009

Tema da nova novela da Globo - Cama de Gato

" O tema de abertura da novela cama de gato e a opressão que tras pra dentro dos lares".
Mas nao tinha lido tudo...
é muito maior do que imaginava.
Muito cuidado com o que deixamos entrar em nossos lares. É nítido o que está escrito. Só nao entende quem não quer ver mesmo. Segue e-mail que recebi."

Assim como o nosso Senhor nunca brincou de salvação, o adversário de nossas almas também não está brincando de inferno.

Todo cuidado com aquilo que os seus queridos estão vendo, ouvindo e deixando entrar dentro de suas casas....
Ouçam.... Reflitam...
Que intenção tem quem escreve uma letra dessas e que intenção tem quem escolhe esta música para tema de uma novela com larga escala de audiência, na hora que todos estão chegando em casa, cansados dos afazeres do dia ????
Vigiar e orar.....


Tema da nova novela da Globo - Cama de Gato

Pelo Avesso
Grupo Titãs

Vamos deixar que entrem
Que invadam o seu lar
Pedir que quebrem
Que acabem com seu bem-estar
Vamos pedir que quebrem
O que eu construi pra mim
Que joguem lixo
Que destruam o meu jardim

(essa parte já diz quase tudo. Opressão para os lares, etc...)

Eu quero o mesmo inferno
A mesma cela de prisão - a falta de futuro
Eu quero a mesma humilhação - a falta de futuro

Vamos deixar que entrem
Que invadam o meu quintal
Que sujem a casa
E rasguem as roupas no varal
Vamos pedir que quebrem
Sua sala de jantar
Que quebrem os móveis
E queimem tudo o que restar

(Sujar a casa, rasgar as roupas. Ou seja: impedir nossa vida de santificação. Nem precisa saber muito, nem interpretar muita coisa. Isso é dito quase todos os dias nas igrejas)

Eu quero o mesmo inferno
A mesma cela de prisão - a falta de futuro
Eu quero a mesma humilhação - a falta de futuro

(reparem que nessa parte é o proprio inimigo se referindo a eternidade sem Deus. O que foi imposto a ele, e quer o mesmo para nós)

Eu quero o mesmo inferno
A mesma cela de prisão - a falta de futuro
O mesmo desespero

Vamos deixar que entrem
Como uma interrogação
Até os inocentes
Aqui já não tem perdão
Vamos pedir que quebrem
Destruir qualquer certeza
Até o que é mesmo belo
Aqui já não tem beleza

Vamos deixar que entrem
E fiquem com o que
vocêtem
Até o que é de todos
Já não é de ninguém
Pedir que quebrem
Mendigar pelas esquinas
Até o que é novo
Já esta em ruinas
Vamos deixar que entrem
Nada é como você pensa
Pedir que sentem
Aos que entraram sem licença
Pedir que quebrem
Que derrubem o meu muro
Atrás de tantas cercas
Quem é que pode estar seguro?

(Quebrar o muro... ou seja, dar brecha para o inimigo entrar nas nossas vidas. E quando diz: "Até o que é novo já está em ruinas." Tudo se fez novo quando aceitamos a Jesus, e é essa nova vida que o inimigo quer destruir.)

Eu quero o mesmo inferno
A mesma cela de prisão - a falta de futuro
Eu quero a mesma humilhação - a falta de futuro

Eu quero o mesmo inferno
A mesma cela de prisão - a falta de futuro
O mesmo desespero

(E a ênfase que ele dá no final é justamente a eternidade sem Deus, que é seu principal objetivo para nós.)

Muito cuidado com o que você deixa entrar na sua casa!f

Nenhum comentário:

Postar um comentário