sábado, 20 de fevereiro de 2010

Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo , vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. - Gl 2.20

LEITURA BÍBLICA ANUAL - 2010

Dia 20/02/2010 - Gálatas 1-3

Graça e paz amados do Senhor Jesus Cristo,

A saudação acima é usada na maioria das cartas (epístolas) do Novo Testamento, veja, por exemplo, no verso 3 logo abaixo. Não deixe de ler a carta do apóstolo Paulo aos Gálatas que é de um ensinamento espiritual muito profundo para nós. Vemos o apóstolo recebendo a revelação do evangelho diretamente do Senhor (1:11-12) e não através dos outros apóstolos. Por isso Paulo narra o evangelho do ponto de vista espiritual. Ele se encontra com Pedro apenas 3 anos após o dia de sua salvação e também a Tiago, irmão carnal do Senhor Jesus Cristo. O demais apóstolos e líderes de Jerusalém ele só vai ver catorze anos depois de sua conversão. Paulo possuía tanta autoridade espiritual ao ponto de quando Pedro falha ele o repreende com a autoridade que lhe foi dada pelo próprio Senhor Jesus Cristo.
Apenas mais uma observação:- O apóstolo Paulo foi sem dúvida alguma o servo e apóstolo (que significa servo), que mais sofreu por causa do evangelho de seu amado Senhor Jesus Cristo. Por isso ele teve condições de dizer "Sede meus imitadores como eu sou de Cristo Jesus". Amém!
Mas o melhor mesmo é ler hoje os três primeiros capítulos que envio na versão NVI, e amanhã os outros três restantes. Na NVI a divisão é por blocos dos assuntos.
No Senhorio de Cristo Jesus,
Ivo Prado - Assis, 19/02/2010.



GÁLATAS
Capítulo 1
1 Paulo, apóstolo enviado, não da parte de homens nem por meio de pessoa alguma, mas por Jesus Cristo e por Deus Pai, que o ressuscitou dos mortos, 2 e todos os irmãos que estão comigo, às igrejas da Galácia:
3 A vocês, graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo, 4 que se entregou a si mesmo por nossos pecados a fim de nos resgatar desta presente era perversa, segundo a vontade de nosso Deus e Pai, 5 a quem seja a glória para todo o sempre. Amém.

Não Há Outro Evangelho

6 Admiro-me de que vocês estejam abandonando tão rapidamente aquele que os chamou pela graça de Cristo, para seguirem outro evangelho 7 que, na realidade, não é o evangelho. O que ocorre é que algumas pessoas os estão perturbando, querendo perverter o evangelho de Cristo. 8 Mas ainda que nós ou um anjo dos céus pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado! 9 Como já dissemos, agora repito: Se alguém lhes anuncia um evangelho diferente daquele que já receberam, que seja amaldiçoado!
10 Acaso busco eu agora a aprovação dos homens ou a de Deus? Ou estou tentando agradar a homens? Se eu ainda estivesse procurando agradar a homens, não seria servo de Cristo.

Paulo, Chamado por Deus

11 Irmãos, quero que saibam que o evangelho por mim anunciado não é de origem humana. 12 Não o recebi de pessoa alguma nem me foi ele ensinado; ao contrário, eu o recebi de Jesus Cristo por revelação.
13 Vocês ouviram qual foi o meu procedimento no judaísmo, como perseguia com violência a igreja de Deus, procurando destruí-la. 14 No judaísmo, eu superava a maioria dos judeus da minha idade, e era extremamente zeloso das tradições dos meus antepassados. 15 Mas Deus me separou desde o ventre materno e me chamou por sua graça. Quando lhe agradou 16 revelar o seu Filho em mim para que eu o anunciasse entre os gentios (a) , não consultei pessoa alguma (b) . 17 Tampouco subi a Jerusalém para ver os que já eram apóstolos antes de mim, mas de imediato parti para a Arábia, e voltei outra vez a Damasco.
18 Depois de três anos, subi a Jerusalém para conhecer Pedro (c) pessoalmente, e estive com ele quinze dias. 19 Não vi nenhum dos outros apóstolos, a não ser Tiago, irmão do Senhor. 20 Quanto ao que lhes escrevo, afirmo diante de Deus que não minto. 21 A seguir, fui para as regiões da Síria e da Cilícia. 22 Eu não era pessoalmente conhecido pelas igrejas da Judeia que estão em Cristo. 23 Apenas ouviam dizer: “Aquele que antes nos perseguia, agora está anunciando a fé que outrora procurava destruir”. 24 E glorificavam a Deus por minha causa.

Capítulo 2

Paulo é Aceito pelos Apóstolos
1 Catorze anos depois, subi novamente a Jerusalém, dessa vez com Barnabé, levando também Tito comigo. 2 Fui para lá por causa de uma revelação e expus diante deles o evangelho que prego entre os gentios, fazendo-o, porém, em particular aos que pareciam mais influentes, para não correr ou ter corrido inutilmente. 3 Mas nem mesmo Tito, que estava comigo, foi obrigado a circuncidar-se, apesar de ser grego. 4 Essa questão foi levantada porque alguns falsos irmãos infiltraram-se em nosso meio para espionar a liberdade que temos em Cristo Jesus e nos reduzir à escravidão. 5 Não nos submetemos a eles nem por um instante, para que a verdade do evangelho permanecesse com vocês.

6
Quanto aos que pareciam influentes — o que eram então não faz diferença para mim; Deus não julga pela aparência — tais homens influentes não me acrescentaram nada. 7 Ao contrário, reconheceram que a mim havia sido confiada a pregação do evangelho aos incircuncisos (d), assim como a Pedro, aos circuncisos (e) . 8 Pois Deus, que operou por meio de Pedro como apóstolo aos ircuncisos, também operou por meu intermédio para com os gentios. 9 Reconhecendo a graça que me fora concedida, Tiago, Pedro e João, tidos como colunas, estenderam a mão direita a mim e a Barnabé em sinal de comunhão. Eles concordaram em que devíamos nos dirigir aos gentios, e eles, aos circuncisos. 10 Somente pediram que nos lembrássemos dos pobres, o que me esforcei por fazer.

Paulo Repreende a Pedro

11 Quando, porém, Pedro veio a Antioquia, enfrentei-o face a face, por sua atitude condenável. 12 Pois, antes de chegarem alguns da parte de Tiago, ele comia com os gentios. Quando, porém, eles chegaram, afastou-se e separou-se dos gentios, temendo os que eram da circuncisão. 13 Os demais judeus também se uniram a ele nessa hipocrisia, de modo que até Barnabé se deixou levar.

A salvação é pela fé e não pela Lei.
14 Quando vi que não estavam andando de acordo com a verdade do evangelho, declarei a Pedro, diante de todos: “Você é judeu, mas vive como gentio e não como judeu. Portanto, como pode obrigar gentios a viverem como judeus?
15 “Nós, judeus de nascimento e não ‘gentios pecadores’, 16 sabemos que ninguém é justificado pela prática da Lei, mas mediante a fé em Jesus Cristo. Assim, nós também cremos em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pela prática da Lei, porque pela prática da Lei ninguém será justificado.
17 “Se, porém, procurando ser justificados em Cristo descobrimos que nós mesmos somos pecadores, será Cristo então ministro do pecado? De modo algum! 18 Se reconstruo o que destruí, provo que sou transgressor. 19 Pois, por meio da Lei eu morri para a Lei, a fim de viver para Deus. 20 Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo , vivo-a pela fé no filho de 21 Deus, que me amou e se entregou por mim. Não anulo a graça de Deus; pois, se a justiça vem pela Lei, Cristo morreu inutilmente!”


a 1.16 Isto é, os que não são judeus; também em todo o livro de Gálatas.
b 1.16 Grego: carne e sangue.
c 1.18 Grego: Cefas.
d 2.7 Ou aos gentios
e 2.7 Ou aos judeus; também nos versículos 8 e 9.
f 2.9 Grego: Cefas; também nos versículos 11 e 14.



Capítulo 3
Fé ou Obediência à Lei?
1 Ó gálatas insensatos! Quem os enfeitiçou? Não foi diante dos seus olhos que Jesus Cristo foi exposto como crucificado? 2 Gostaria de saber apenas uma coisa: foi pela prática da Lei que vocês receberam o Espírito, ou pela fé naquilo que ouviram? 3 Será que vocês são tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, querem agora se aperfeiçoar pelo esforço próprio (b) ? 4 Será que foi inútil sofrerem tantas coisas? Se é que foi inútil! 5 Aquele que lhes dá o seu Espírito e opera milagres entre vocês realiza essas coisas pela prática da Lei ou pela fé com a qual receberam a palavra
6 Considerem o exemplo de Abraão: “Ele creu em Deus, e isso lhe foi creditado como justiça” (c) 7 Estejam certos, portanto, de que os que são da fé, estes é que são filhos de Abraão. Prevendo a Escritura que Deus justificaria os gentios pela fé, anunciou primeiro as boas novas a Abraão: “Por meio de você todas as nações serão abençoadas” (d) . 9 Assim, os que são da fé são abençoados junto com Abraão, homem de fé.
10 Já os que se apoiam na prática da Lei estão debaixo de maldição, pois está escrito: “Maldito todo aquele que não persiste em praticar todas as coisas escritas no livro da Lei” (e) . 11 É evidente que diante de Deus ninguém é justificado pela Lei, pois “o justo viverá pela fé” (f) . 12 A Lei não é baseada na fé; ao contrário, “quem praticar estas coisas, por elas viverá” (g) . 13 Cristo nos redimiu da maldição da Lei quando se tornou maldição em nosso lugar, pois está escrito: “Maldito todo aquele que for pendurado num madeiro”(h) . 14 Isso para que em Cristo Jesus a bênção de Abraão chegasse também aos gentios, para que recebêssemos a promessa do Espírito mediante a fé.

A Lei e a Promessa
15 Irmãos, humanamente falando, ninguém pode anular um testamento (i) depois de ratificado, nem acrescentar-lhe algo. 16 Assim também as promessas foram feitas a Abraão e ao seu descendente (f). A Escritura não diz: “E aos seus descendentes”, como se falando de muitos, mas: “Ao seu descendente ”, dando a entender que se trata de um só, isto é, Cristo. 17 Quero dizer isto: A Lei, que veio quatrocentos e trinta anos depois, não anula a aliança previamente estabelecida por Deus, de modo que venha a invalidar a promessa. 18 Pois, se a herança depende da Lei, já não depende de promessa. Deus, porém, concedeu-a gratuitamente a Abraão mediante promessa.
19 Qual era então o propósito da Lei? Foi acrescentada por causa das transgressões, até que viesse o Descendente a quem se referia a promessa, e foi promulgada por meio de anjos, pela mão de um mediador. 20 Contudo, o mediador representa mais de um; Deus, porém, é um.
21 Então, a Lei opõe-se às promessas de Deus? De maneira nenhuma! Pois, se tivesse sido dada uma lei que pudesse conceder vida, certamente a justiça viria da lei. 22 Mas a Escritura encerrou tudo debaixo do pecado, a fim de que a promessa, que é pela fé em Jesus Cristo, fosse dada aos que creem.
23 Antes que viesse essa fé, estávamos sob a custódia da Lei, nela encerrados, até que a fé que haveria de vir fosse revelada. 24 Assim, a Lei foi o nosso tutor até Cristo, para que fôssemos justificados pela fé. 25 Agora, porém, tendo chegado a fé, já não estamos mais sob o controle do tutor.

Os Filhos de Deus
26 Todos vocês são filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus, 27 pois os que em Cristo foram batizados, de Cristo se revestiram. 28 Não há judeu nem grego, escravo nem livre, homem nem mulher; pois todos são um em Cristo Jesus. 29 E, se vocês são de Cristo, são descendência de Abraão e herdeiros segundo a promessa.


b 3.3 Grego: pela carne.
d 3.6 Gn 15.6
e 3.8 Gn 12.3; 18.18; 22.18
f 3.10 Dt 27.26
g 3.11 Hc 2.4
h 3.12 Lv 18.5
i 3.13 Dt 21.23
j 3.15 Ou uma aliança. Veja o versículo 17.
k 3.16 Grego: semente; também nos versículos 19 e 29. Gn 12.7; 13.15; 24.7


Textos da versão da Bíblia na Nova Versão Internacional.
Sistema operacional Linux - Ubuntu



--
Para a inscrição neste grupo, envie um e-mail para leitura-da-biblia-em-um-ano+subscribe@googlegroups.com
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para
leitura-da-biblia-em-um-ano+unsubscribe@googlegroups.com
Para ver mais opções, visite este grupo em
http://groups.google.com.br/group/leitura-da-biblia-em-um-ano?hl=pt-BR?hl=pt-BR

"A Tua Palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho"
Salmo 119.105 - NVI

Nenhum comentário:

Postar um comentário