sábado, 22 de janeiro de 2011

Restauração dos Apóstolos.

Texto:- Evangelho de João 21. 1 a 17. (comentários baseados em leitura na versão NT. da NVI)

No evangelho de João capítulo 21 temos:-"Jesus e a Pesca Maravilhosa" e "Jesus Restaura a Pedro". Numa leitura bem atenta, podemos notar: Pedro e os demais discípulos estavam desanimados e tristes após a morte de Jesus, mesmo sabendo da sua ressurreição. Voltam para suas atividades antigas que era a pesca, mas nem nisso tiveram sucesso. Voltavam a viver uma vida medíocre.

Mas, o encontro com o Mestre muda radicalmente tudo:

1. Jesus transforma a frustrada pescaria em abundância de peixes.

2. Os discípulos passam a cooperar entre si quando todos arrastam a rede para a praia.
Os peixes são de todos, por isso nenhum é perdido.

3. Jesus alimentando os discípulos com pão e peixe mostra-nos sua preocupação com as nossas necessidades. (Filipenses 4.19)

4. Jesus dá-nos o exemplo servindo os discípulos. Ele que tinha todo o poder nos céus e na terra.

5.Quem ama confronta. Jesus se dirige a Pedro confrontando-o. Muitas vezes tememos confrontar as pessoas. O amor gera em nós a obrigação de conduzir nossos queridos ao caminho correto. Isso acontece quando Jesus se dirige a Pedro lhe perguntando por três vezes a respeito de seu amor ao Mestre. Por três vezes Pedro havia negado o Mestre antes de sua morte. Mesmo após a ressurreição não tivera um momento de conversa com Jesus. Havia um grande peso em sua vida. Vemos Jesus no texto tomando a iniciativa e fazendo Pedro reviver o momento em que por três vezes o havia negado. O que significa hoje essa restauração? Pedro foi restaurado. Junto com Pedro os demais discípulos também o foram, pois todos também estavam sentindo o peso da covardia por terem fugido nas horas de agonia do Senhor Jesus.

6. Nosso relacionamento com Jesus deve ser de amor.

7. Jesus comissiona a Pedro, e por consequência aos demais, quando diz: 15B- "Cuide
dos meus cordeiros" (líder de um grupo de pequenos cordeiros) - 16B - "Pastoreie as
minhas ovelhas "(pastor de um grupo de ovelhas aptas a gerarem) - 17 B "Cuide das
minhas ovelhas" (carinho do pastor no trato de um grupo maior de ovelhas adultas).

Sendo sinceros, sendo transparentes, quantas vezes nós precisamos de aconselhamento,
de palavras de ânimo que nos tragam de volta à alegria das boas pescarias. E pescaria
de rede é melhor ainda pois necessita da força e cooperação de todo o grupo. E
pescaria sob a Palavra do Senhor é muitíssimo melhor, pois as redes vêm cheias, sem
romper-se e sem a perda dos bons peixes.

Ajudando a recolher a rede,

Ivo Prado.

João 21 NVI – Nova Versão Internacional.

1 Depois disso Jesus apareceu novamente aos seus discípulos, à margem do Mar de Tiberíades.* Foi assim:

2 Estavam juntos Simão Pedro; Tomé (chamado Dídimo); Natanael, de Caná da Galileia; os filhos de Zebedeu; e dois outros discípulos.

3 "Vou pescar", disse-lhes Simão Pedro. E eles disseram: "Nós vamos com você". Então, saíram e entraram no barco, mas naquela noite não pegaram nada.

4 Ao amanhecer, Jesus estava na praia, mas os discípulos não o reconheceram.

5 Ele lhes perguntou: "Filhos, vocês têm algo para comer?" "Não", responderam eles.

6 Ele disse: "Lancem a rede do lado direito do barco e vocês encontrarão". Assim o fizeram, e não conseguiam recolher a rede, tão grande era a quantidade de peixes.

7 O discípulo a quem Jesus amava disse a Pedro: "'E o Senhor!" Simão Pedro, ouvindo-o dizer isso, vestiu a capa, pois a havia tirado, e atirou-se ao mar.

8 Os outros discípulos seguiram no barco, arrastando a rede cheia de peixes, pois não estavam mais que duzentos côvados* da praia.

9 Quando desembarcaram, viram uma fogueira de brasas vivas ali, com peixe sobre elas, e um pouco de pão.

10 Disse-lhes Jesus: "Tragam alguns dos peixes que acabaram de pescar".

11 Simão Pedro entrou no barco e arrastou a rede para a praia. Ela estava cheia de cento e cinquenta e três grandes peixes. Embora houvesse tantos peixes, a rede não se rompeu.

12 Jesus lhes disse: "Venham comer".* Nenhum dos discípulos tinha coragem de lhe perguntar: "Quem és tu?" Eles sabiam que era o Senhor.

13 Jesus aproximou-se, tomou o pão e o deu a eles, fazendo o mesmo com o peixe.

14 Esta foi a terceira vez que Jesus apareceu aos seus discípulos, depois de ter ressuscitado dos mortos.

15 Depois de comerem, Jesus perguntou a Simão Pedro: "Simão, filho de João, você me ama realmente mais do que estes?" Disse ele: "Sim, Senhor, tu sabes que gosto muito de ti".* Disse Jesus: "Cuide dos meus cordeiros".

16 Novamente Jesus disse: "Simão, filho de João, você realmente me ama?" Ele respondeu: "Sim, Senhor tu sabes que gosto muito de ti". Disse Jesus: "Pastoreie as minhas ovelhas".

17 Pela terceira vez, ele lhe disse: "Simão, filho de João, você gosta de mim?" Pedro ficou magoado por Jesus lhe ter perguntado pela terceira vez "Você gosta de mim?" e lhe disse: "Senhor, tu sabes todas as coisas e sabes que gosto muito de ti". Disse-lhe Jesus: "Cuide das minhas ovelhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário