quarta-feira, 6 de abril de 2011

Igreja nos Lares - Jesus Cristo é o Senhor


Jesus Cristo é o Senhor



Senhorio no mundo material
Em nossos dias a palavra Senhor perdeu a conotação possuída no passado. É usada como pronome de tratamento em respeito aos homens adultos. Em tempos da escravatura, o senhor era o dono absoluto da vida dos escravos. Na Idade Média, o senhor feudal dispunha dos serviços e das vidas das pessoas que morassem em suas propriedades ou feudos.

Senhorio no mundo espiritual
No mundo espiritual também encontramos dois senhorios, embora o verdadeiro Soberano e Senhor Eterno seja Deus, a quem os hebreus chamavam de Adonai (Senhor). Nas formas de manifestação do Deus uno; Pai, Filho e Espírito Santo; Ele se apresenta como Senhor. O diabo, satanás ou o "inimigo" também aparece como senhor. Na realidade esse título ele usurpou quando o homem lhe entregou o domínio do mundo e ele se torna o príncipe deste mundo, João 14.30: - "Já não falarei muito convosco, porque vem o príncipe deste mundo, e ele nada tem em mim". Mas ele já está julgado (João 16.11) e os seus dias de senhorio estão contados (Apoc. 20.10).

Jesus Cristo é Senhor por direito de criação
Em João 1.3A temos:- "Todas as coisas foram feitas por Ele (Jesus)" Na criação estavam presentes o Pai, o Filho e o Espírito, por isso em Gênesis 1.26 aparece a expressão "façamos o homem à nossa imagem e semelhança", no plural. Jesus Cristo por direito de criação é o Senhor de todas as coisas.
O homem tendo recebido de Deus o direito de domínio sobre a terra, ao pecar entrega ao diabo esse direito, ele se torna príncipe deste mundo por um certo tempo, como vimos acima.

Jesus é Senhor por direito de redenção
Quando o homem caiu, tudo parecia estar perdido para a humanidade, caminhávamos na direção da perdição eterna junto com o diabo e seus anjos (demônios). Mas Deus em seu infinito amor já havia preparado para toda a humanidade a obra de redenção. Deus nos amou tanto que entregou seu próprio Filho Unigênito (João 3.16) que se fez homem e habitou entre nós (João 1.14), pela sua morte vicária (em nosso lugar) na cruz, e pela sua ressurreição, derrotou o "inimigo". Assim Jesus conquista novamente o direito de ser o nosso Senhor, agora por redenção (adquirir novamente).
Ao homem agora cabe o direito de escolha: continuar servindo a satanás, ou aceitar a Jesus Cristo como Senhor de sua vida.

O Senhorio de Jesus é a garantia da nossa comunhão
Muitas pessoas têm procurado Jesus apenas como aquele que cura, que liberta, que salva. Jesus realmente cura, liberta e salva, mas Ele deve ser para nós muito mais que isso. No Novo Testamento encontramos Jesus como Senhor mais de 300 vezes, e como Salvador cerca de 24 vezes e assim mesmo, quase sempre acompanhado da palavra Senhor. O texto de Romanos 10.9 diz que devemos confessar com a boca que Jesus é Senhor. Quem tem Jesus como Senhor receberá dele a cura, a libertação, a salvação e muito mais. Saberá que Ele está no domínio de todas as coisas, tendo cuidado de nós (I Pedro 5.7). Sabedores dessas coisas descansaremos no Senhor, tendo a Sua comunhão em nós, e não só em nós, mas também com as outras pessoas. A Igreja é o lugar onde desfrutamos da comunhão com o Senhor e com nossos queridos que também desfrutam do Senhorio de Jesus Cristo. Devemos fazer planos para trazer outras pessoas a este Senhorio glorioso, roubando-as das garras do "inimigo" e de seu reino.

Todos irão declarar Jesus Cristo como Senhor
Na eternidade todos vão declarar a Jesus Cristo como o Senhor, mesmo os inimigos do Senhor, conforme Filipenses 2. 9-11.
Vamos agora ler outra vez em Romanos 10.9-10, e repetir a oração abaixo:-
Pai, chego à tua presença para confessar com a minha boca que Jesus Cristo é o Senhor da minha vida. Creio em meu coração que o Senhor ressuscitou a Jesus Cristo dentre os mortos. Fazendo esta confissão, sei que posso a ter certeza da salvação. Renuncio às coisas más de meu passado e sigo no caminho eterno na presença do Senhor Jesus Cristo. Eu Te glorifico, eu Te louvo para todo o sempre, Amém.

Continuemos a declarar que JESUS CRISTO É SENHOR. Um dia nós vamos viver a vida eterna na presença do Senhor Jesus Cristo quando nos encontraremos face a face com Ele na glória, poderemos então, ajoelhados aos seus pés, com a voz embargada pela emoção, dizer-lhe:- "Obrigado Senhor, mil vezes obrigado, pois embora nada merecêssemos, tudo fizeste por nós". Vamos louvá-Lo e adorá-Lo por toda a eternidade.
Maranata! Jesus! (Apocalipse Vem Senhor 22.20).


Ivo Gomes do Prado -

Nenhum comentário:

Postar um comentário