terça-feira, 7 de junho de 2011

Manual do pastor bem sucedido

Manual do pastor bem sucedido


Por Bruno Vox

 
Devido ao grande boom das igrejas evangélicas no Brasil, principalmente as pentecostais e neopentecostais, estou lançando aqui no blog um guia prático para o pastor iniciante. Você que está começando agora ou pretende seguir essa carreira leia e divulgue esse manual. Essa é a verdadeira Bíblia do “Mega Empresário da Fé”.
CONSTRUINDO SUA IGREJA
1. Não monte sua igreja do nada, isso é trabalhoso demais. É muito mais fácil você pescar no “aquário dos outros”. Entre em uma igreja já estruturada, tente penetrar na liderança e quando você conseguir conquistar a confiança de todos, rache a igreja. Isso não é errado, mesmo porque grande parte dessas igrejas é formada de “rachas”. Lembre-se: “Pastor que rouba Pastor, tem 100 anos de perdão”.
2. Depois que você levantar o motim, alugue uma loja bem simples e consiga algumas cadeiras, crie um nome bem chamativo para sua igreja e reúna os amotinados. Pronto, você está no caminho certo.

ARRECADANDO PARA O CRESCIMENTO
1. Mostre as deficiências estruturais da igreja e a necessidade de pagar o aluguel. No começo da “empreitada” não compre microfone, comece a berrar(mesmo sem necessidade), os fiéis vão perceber que você está ficando sem voz e vão compadecer de seu sofrimento, isso significa mais coração aberto para as ofertas e dízimos.
2. Faça “desafios” para a grei, isso os motiva a doar mais. Mostre que por causa do seu empenho na obra sua família está passando necessidade.
3. O povo gosta de ter a casa própria, então faça a campanha do “Lote Próprio” para a construção da sede.
4. “Evangelize”, evangelize muito. Quem planta colhe.

A HOMILÉTICA NO CULTO
1. É necessário um pouco de desconhecimento da língua portuguesa. Fale errado, não faça a conjugação verbal certa. Ex: “Nós VAI” OU “A gente VAMOS”. Isso chama a atenção das pessoas, confesso que não sei o porquê, mas tenho certeza que funciona.
2. Grite, grite e grite, pois todos nós sabemos que o demônio é surdo.
3. Sapateie, faça marabales com o microfone, não fique parado na hora da pregação. O povo gosta de ver o Pastor dá o sangue e suor pela igreja.
4. Importante, jogue toda a responsabilidade dos erros e fracassos do povo nos ombros do capeta. Isso é eficaz, a pessoa vai se sentir mais confiante, mais aberta a ofertar. As pessoas não gostam de assumir a responsabilidade por sua incompetência seja em que área for, jogue toda culpa pro demônio.

HERMÊNEUTICA
1. Invente um monte de proibição e fale que está na Bíblia. Isso levará o povo a te respeitar mais. Ficará conhecido como “homem de princípios”.
2. Tudo que fizer e pregar ponha à “culpa” em Deus. Isso mesmo, tudo está na Santa Bíblia.
3. Invente casos para ilustrar seu sermão. Faça uma lavagem cerebral sadia no povo.

CAMPANHAS E MAIS CAMPANHAS
1. Faça campanhas. Ex: “A Prosperidade”, “Quebrando Maldição”.
2. As campanhas são uma bela desculpa para fazer desafios e barganhar com Deus. Peça as pessoas para fazer sacrifícios($$$) para Deus em troca de seus anseios.
3. Um grande exemplo é o pastor Marco Feliciano, ele lançou uma campanha onde você deposita em sua conta R$7,00 e ele ora por você. Genial!
4. Lembre-se, tudo que você for fazer na Igreja diga que foi Deus que te ordenou.

E
o mais importante, mentir e omitir fatos são necessários para preservação do “rebanho”.
Agora você já está mais do que preparado para montar a sua Igreja e faturar uma boa grana.
AO MESTRE COM CARINHO

P.S.: O único problema desse manual é que no final vem outro e faz o mesmo com você:


***
Esta maravilhosa aposila foi elaborada pelo professor Bruno Vox, Ph.D. – brilhante catedrático da excelente Universidade Balbúrdia S.A., enviado pelo Twitter, e avaliada pelo professor Leonardo Gonçalves, reitor da F.P.C. – Faculdades Púlpito Cristão. - Divulgação: Púlpito Cristão, a unica Universidade Virtual com conceito A no MEC (Ministério dos Evangelistas Calhordas).
Uma nota aos nossos leitores:
Apesar das fortes críticas com tônicas irônicas, somos coagidos pelo nosso bom senso a assegurar que existem pastores sinceros e fiéis, homens de Deus, bem como crentes decentes, preocupados com iniciativas sociais, cuja espiritualidade e sinceridade são marcantes, e que apesar de anelarem o céu, estão amplamente interessados em iniciativas sociais. Nossas criticas e repúdio dirigem-se àqueles que, aproveitando da alcunha de evangélico, fazem do evangelho um grande comércio, visando apenas o próprio benefício, e não o das ovelhas. Quanto àqueles que dizem que nós estamos pecando por criticar nossos próprios irmãos, digo a estes que meus irmãos não vendem (nem compram) milagres pela TV, nem enganam o rebanho com falsas promessas de prosperidade. Meus irmãos não simulam milagres, nem vivem na dependencia de sinais extravagantes. Eles têm a graça de Deus em suas vidas, e esta graça lhes é suficiente.
O Editor
www.pulpitocristao.com/2009/09/manual-do-pastor-bem-sucedido/

Nenhum comentário:

Postar um comentário