terça-feira, 19 de julho de 2011

Enchei-vos do Espírito

  
“E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas ENCHEI-VOS DO ESPÍRITO”.
 
   Batismo no Espírito é um ato único e definido, como o novo nascimento, não se repete. Enchimento ou plenitude pode ser repetido. Os doze foram cheios do Espírito no dia de Pentecostes, e, no entanto lemos em Atos 4.31 foram cheios do Espírito Santo. Logo, a plenitude do Espírito pode repetir-se.

   Quando a pessoa recebe Cristo como Salvador, passa a ser morada do Espírito Santo como está em I Coríntios 3.16 e 6.19.

   Os onze apóstolos andaram com Jesus por espaço de três anos, e apesar disso, pouco fizeram na conquista de almas. Quando, porém, no Pentecostes foram batizados no Espírito Santo, deixaram de ambicionar cargos e começaram a trabalhar, e num só dia ganharam três mil para Jesus e nenhum deles buscou lugares especiais no Reino.

   O crente cheio do Espírito já renunciou os apetites da carne. Todavia, se der lugar a carne, não perde a salvação, mas entristece o Espírito, que fica apagado no seu coração. E o resultado é deixar as almas preciosas caminharem para o inferno.

   Outros, porem, desocupam o lugar que pertence ao Espírito, o Espírito ocupa esse lugar, o crente fica cheio do Espírito e começa a trabalhar (Atos 2.4).

   Quando o cálice do coração transbordar, como o de Pedro no Pentecostes, o crente se levanta e começa a trabalhar para glorificar o nome de Jesus. No poderoso derramar do Espírito no seu coração, o crente recebe dons, graça e poder e passar a ser um crente espiritual. E o mundo passa a ver Cristo nessa vida na sua beleza e majestade.

   Na carta aos Efésios Paulo descreve nossa eleição em Cristo, discute doutrinas em profundidade, mostra nossa luta com diabo, descreve as armas que estão ao nosso alcance para vencer as astutas ciladas do inimigo, e afirma como algo comum o crente ser cheio do Espírito: cheio para lutar, cheio para vencer, cheio para viver, cheio para testificar da vitória em Cristo (Efésios 5.18).

   Você deve ser cheio do Espírito como uma HERANÇA. O Senhor Jesus, repetidas vezes prometeu o Espírito. Ele iria para o Pai e o Espírito viria em seu lugar.

   Uma coisa é o Novo Nascimento, quando nós saímos das mãos do diabo e passamos para as de Jesus (Colossenses 1.13). Nossos pecados são perdoados e passamos a figurar no Livro da Vida do Cordeiro. Essa verdade é a principal em nossa vida. Os onze apóstolos do Senhor já pertenciam ao Senhor. Tinham o Espírito, mas o Espírito ainda não os possuíam. Uma pessoa que tem o seu nome no Livro da Vida do Cordeiro pode viver 20, 30 anos ou mais sem o batismo no Espírito, se morrer irá para o céu. Batismo no Espírito não é condição para ir para o céu, é necessário, indispensável para trabalhar na Seara do Mestre.

   João 7.37,38 na Festa dos Tabernáculos aponta Jesus se levanta e, proclama como a FONTE DA AGUA VIVA. E disse mais que os que cresciam nele teriam no seu interior uma fonte de água viva que fluiria para sempre. Essa promessa estava marcada para o tempo em que Jesus seria glorificado, cumprida com sua morte na cruz.

   A seguir para ser cheio do Espírito é necessário receber. Quando Jesus se despediu dos cristãos no Monte das Oliveiras, Paulo em I Coríntios 15.6 diz que Jesus ressurreto apareceu a mais de quinhentos irmãos. No entanto em Pentecostes estavam apenas 120 (Atos 1.15). Para onde teriam ido o maior numero? O fato é que só os 120 receberam Pentecostes. E os demais? Não receberam porque não obedeceram Lucas 24.49. Os 120 creram, esperaram e RECEBERAM.

   Para o crente receber a Plenitude do Espírito é preciso que ele sinta sua responsabilidade com
               Sua vida
               Sua família
               Sua Igreja.
               Com o mundo perdido. 

Faço falta no exército do Senhor. Vou me alistar nas suas fileiras. Fico as dispor de Jesus meu General. A clarinada já soou. Levantar-me-ei e irei. Vou lutar cheio do Espírito e voltarei trazendo as almas conquistadas.

               Sou soldado de Cristo
               Chamado para a luta
               Para um combate vitorioso, preciso ser cheio do Espírito
   Eis-me aqui, envia-me a mim. Usa-me, Senhor......

Pr. Enéas Tognini

Nenhum comentário:

Postar um comentário