domingo, 3 de julho de 2011

Marcas de um adorador…



Marcados pela vida, pelos sofrimentos, pelas experiencias que fazem parte do viver diário de cada um de nós. Assim somo todos.

O sofrer envelhece, as boas fases da vida nos fazem rejuvenescer.

Somos marcados pelo tipo de vida que vivemos, pela forma como nos postamos diante das situações.

Quando estamos vivenciando momentos de sofrimento, momentos perturbadores da nossa alma, não gostamos de ser incomodados, queremos estar a sós, quietinhos em nosso canto.

Não me perturbe! Esse tem sido o grito de todos os que estão passando momentos de inquietação.

Como estamos hoje?

Qual é a marca que trazemos em nós no dia de hoje?

Estamos prontos e dispostos a nos relacionarmos, ou vamos nos resguardar em uma estufa antitudo.

O que poderá transformar nossos semblantes marcados pela dor e decepções da vida?

O salmista em um de seus salmos, ele conclama aos povos a celebrar a Deus, tendo como base o facto de Deus ser aquele que sustem nossos pés, impedindo assim de sermos abalados.

“Bendizei, povos, ao nosso Deus, e fazei ouvir a voz do seu louvor, Ao que sustenta com vida a nossa alma, e não consente que sejam abalados os nossos pés”.(Salmo 66:8,9)

Quais são as marcas daquele que se propõe a louvar a Deus em seus momentos frustrantes?

Se nos colocamos diante de Deus como adoradores, se deixamos que saia dos nossos lábios cânticos de louvor e adoração a Deus, seremos libertados do peso que se apodera de nós.

Um verdadeiro adorador se mostra pelo louvor que presta ao Deus Vivo:

 Louvai a Deus com brados de júbilo, todas as terras. Cantai a glória do seu nome, dai glória em seu louvor. Dizei a Deus: quão tremendas são as tuas obras! Bendizei, povos, ao nosso Deus, e fazei ouvir a voz do seu louvor.” (vs. Salmo 66: 1-3 e 8).

O verdadeiro adorador é aquele que relembra os maravilhosos e poderosos feitos de Deus.

Lembrar-se das bênçãos recebidas de Deus transforma nossos semblantes abatidos, faz renascer em nós uma alegria divina e inspiradora.

O salmista superava as marcas de seu sofrimento relembrando os feitos de Deus.

“Vinde, e vede as obras de Deus; Ele é tremendo nos seus feitos para com os filhos dos homens”. (Salmo 66:5)

O apóstolo Paulo foi mais que um servo do Senhor Jesus. Ele foi um adorador, ele proclamava as maravilhas do Senhor, o seu poder e a sua majestade.

Por mais que o sofrimento fizesse parte da vida de Paulo, o mesmo não o inquietava, pois ele estava revestido das marcas de um verdadeiro adorador.

As marcas de um verdadeiro adorador são as marcas de Cristo, que acima de todo seu sofrimento na cruz pelos nossos pecados, adorou ao Pai, submetendo-se à morte de cruz, Jesus adorou ao Pai dizendo: “Seja feita a sua vontade!”

O verdadeiro adorador suporta os momentos difíceis dizendo a Deus: : “Seja feita a sua vontade!”

“Desde agora ninguém me inquiete; porque trago no meu corpo as marcas do Senhor Jesus”. (Gálatas 6:17)


Deus nos abençoe!
Pr. Mauro Prado - Braga PT -

BomServo Mprado

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário