sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Igreja nos Lares:- Mordomia - Ministério e Finanças - Treinamento de Lideranças

A mordomia é um ministério a ser exercido por todos os cristãos, pois nós somos mordomos do Senhor. Mordomo é a pessoa incumbida da direção de uma casa e dos bens do seu patrão ou senhor. Também é chamado de executivo ou administrador. 

Administrador é um termo muito usado nas grandes fazendas e propriedades, e executivo nas empresas.

Nós já vimos que Jesus Cristo é o Senhor e desse entendimento nos vem a compreensão da mordomia cristã em todos os aspectos.

1. Deus, após criar o homem deu-lhe a incumbência de tomar conta de todas as coisas no planeta Terra (Gênesis 1.26 – Salmo 8.4-8 e Salmo 116-15). A terra (porção seca), rios, mares, animais, vegetais, minerais, etc., estão debaixo da autoridade humana, do seu uso o homem deverá prestar contas a Deus.

2. A família, principalmente o cônjuge (esposa/esposo) e filhos nos são entregues pelo Senhor para deles cuidarmos. Neste item é incluído o nosso OIKÓS (parentes e amigos), onde exercemos influência e onde devemos testemunhar falando do amor de Jesus Cristo, esforçando-nos para trazê-los para o nosso grupo de comunhão (célula).

3. Na vida temos os nossos meios de subsistência, em geral um emprego, uma profissão, ou outra atividade remunerada. Adquirimos bens como:- casa, veículos, propriedades, empresas, poupanças, etc. Como mordomos devemos saber que são do Senhor, pois a Ele pertencemos.

4. Seguindo, temos a mordomia das nossas finanças; sendo do Senhor, o nosso dinheiro também o é. Vemos na Bíblia que antes da Lei os fiéis mordomos de Deus já entregavam ao Senhor os dízimos e ofertas (Gênesis 14.19). Vem a lei mosaica e nela está inserido o dízimo. Hoje já não vivemos debaixo da lei mosaica e sim debaixo da lei do amor ou da graça. Em Mateus 5.20 Jesus diz:- "Pois eu vos digo que se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus". 

O que para os antigos era lei, obrigação, para nós é prazer. A nossa justiça se inicia nos 10% e vai até onde o Espírito de amor, que vive em nós, determina.

A Deus não damos ou pagamos, pois só damos o que é nosso e pagamos o que devemos A Deus entregamos, trazemos com amor do que Ele tem nos dado.

5. Devemos ainda exercer mordomia sobre todas as coisas. Abaixo relacionamos algumas:-

O nosso tempo é muito precioso (Efésios 5.16),

O nosso corpo, é templo (santuário) do Espírito Santo (I Coríntios 6.19), fazendo com que a nossa carne seja dominada pelas coisas do Espírito (Romanos 8.5-11),

A nossa mente, pois temos a mente de Cristo (I Coríntios 2.16),

A nossa língua, controlando o nosso falar. Podemos construir muitas coisas, no entanto, com a nossa língua podemos provocar uma grande destruição, atraindo maldições sobre nós. (Tiago 3.2, 8 e 9).

Na Igreja em células cada membro é um ministro, um mordomo que serve ao Senhor Jesus Cristo levando o seu amor às vidas não alcançadas, ministrando aos irmãos em amor.

Comentários no pequeno grupo:-

Por que nós devemos entregar o dízimo? (Malaquias 3. 9 e 10)
Ivo Gomes do Prado

Nenhum comentário:

Postar um comentário