terça-feira, 16 de agosto de 2011

Videogame influencia comportamento infantil


Jogos de videogame violentos sempre foram motivo de preocupação para os pais de crianças obcecadas pelo passatempo. Mas será que esse tipo de entretenimento pode mesmo influenciar negativamente o comportamento da meninada? Para estudiosos americanos, a resposta é definitivamente sim.

De acordo com Brad Bushman, professor de psicologia da Universidade de Ohio, a ligação entre videogames e comportamento agressivo é muito clara. Segundo o especialista, a partir da análise de dados de 130 estudos realizados com mais de 130 mil voluntários em todo o mundo, foi possível evidenciar que jogos violentos podem levar às crianças a desenvolverem diversos transtornos psicológicos e físicos. Entre os mais comuns, estão aumento de pensamentos hostis, sentimentos de raiva e excitação fisiológica, incluindo aumento da freqüência cardíaca e da agressividade. “Além disso, constatamos que há uma diminuição de atitudes solidárias e de empatia pelo próximo”, afirma. 

O psicólogo da Universidade do Texas, Christopher Ferguson, lembra que embora alguns considerem o videogame eficiente para aliviar o stress, essa ligação pode ser saudável apenas para a população adulta. Com as crianças, o efeito é muito mais destrutivo do que benéfico. “Para um adulto que consegue controlar o passatempo, os jogos podem ser um modo de acalmar as tensões do dia-a-dia. Porém, é importante lembrar que isso não ocorre da mesma maneira com as crianças”.

Contudo, é possível evitar que as crianças fiquem refém de jogos de videogame perigosos. Segundo Douglas Gentile, estudioso da Universidade de Iowa, isso depende, acima de tudo, da consciência dos pais quanto aos riscos de liberar este tipo de divertimento sem impor limites. "Uma das pesquisas sugere que quando os pais estabelecem regras para uso dos jogos pelos filhos, eles estão protegendo as crianças. Por isso, eles precisam estar envolvidos nesse processo”, finaliza.

Fonte: Association for Psychological Science

Nenhum comentário:

Postar um comentário