segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Casas de Paz 6 - Gratidão



Lição para Células
 Texto, Lucas 17:11-19

Introdução: Gratidão é uma das marcas do verdadeiro cristão. O verdadeiro cristão é sempre grato a Deus, e em seu dia a dia procura demonstrar esta gratidão, servindo incansavelmente ao Senhor. Vimos na lição passada como Deus restituiu o machado que caíra no rio Jordão e como os jovens alunos na casa de profetas, cujo mestre era Eliseu, foram grandemente abençoados (1Rs. 6.1-7). Vimos também como aquela mulher viúva cujos filhos seriam levados pelo seu credor, para pagamento de dívidas se não fora o milagre operado por Deus através de Eliseu aumentando o azeite da botija (2Rs. 4.1-7). Não há como não sermos gratos a Deus mediante tão grandes bênçãos. Em nosso estudo de hoje, mostraremos como devemos ser gratos a Deus pelas maravilhas que ele opera e operará em nossas vidas.
I. Nosso texto retrata um perfeito exemplo de gratidão e de ingratidão. Lc. 17.11-19

a. Nossas atitudes para com Deus e sua obra são como fez o samaritano, ou como os judeus negligentes?

b. Precisamos vigiar o nosso coração pois os olhos do Senhor estão sobre nós. Sl. 101.6
II. Em João 12.1-11 (narrar) temos outro caso de gratidão a Deus.

a. Jesus havia ressuscitado a Lázaro e aquela família cheia de gratidão preparou uma festa para o divino mestre. Jo. 12.2

b. Maria com o coração cheio de gratidão a Deus não hesitou em investir um grande valor financeiro em Jesus. Jo. 12.3

c. Precisamos saber discernir entre visão verdadeira e visão distorcida. Jo. 12.4-8 (ler e comentar)
III. Palavras em destaque em nossa lição.

a. Enquanto os discípulos de Eliseu trabalhavam na reforma da escola de profetas, certamente seus corações ardiam em paz, alegria e gratidão a Deus pelas benção recebidas.2 Rs. 6.6

b. Enquanto a família de Betânia prestava homenagem a Jesus, seus corações adiam com Paz, alegria e gratidão a Deus pela benção da ressurreição de Lázaro. Jo. 12.1
c. O samaritano que fora leproso, voltou com o coração ardendo com paz alegria e gratidão a Jesus dando-lhe glória Lc. 17.15-16.
d. É assim que deve estar os nossos corações – cheios de paz, de alegria e ardendo de gratidão a Deus por seu grande amor por nós 
e. A maior benção – a salvação – foi recebida só pelo samaritano o ex leproso. Lc. 17.19
Conclusão:
a. Os nove leprosos curados não demonstraram nenhuma gratidão a Jesus e assim, deram mau exemplo e mau testemunho, Lc. 17.17
b. Eles retratam os que são salvos por Jesus, mas, são indiferentes para com a obra de Deus.
c. Como dissemos no início gratidão é uma das marcas do verdadeiro cristão; Que essa marca esteja sempre presente em nossas vidas, amém
Pr. Elpídio Lourenço
celulael@terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário