sábado, 15 de outubro de 2011

A CONDIÇÃO PARA A SALVAÇÃO — FÉ

Todos os que leem a Bíblia sabem que a condição para a salvação é a fé. Não há outra
condição senão a fé. O homem, por ter caído e ser corrupto, por seus pensamentos serem
tortuosos e por estar a sua carne na esfera da lei, pensa que deve fazer algo para que seja salvo.

Contudo, a Bíblia nos mostra que a única condição para nossa salvação é a fé. Além da fé não há
outra condição. O Novo Testamento diz-nos claramente, pelo menos cento e quinze vezes, que
quando o homem crê, ele é salvo, tem a vida eterna e é justificado. Quando o homem crê, ele tem
todas essas coisas. Somando-se a essas cento e quinze vezes, outras trinta e cinco vezes a Bíblia
diz que o homem é justificado pela fé, ou torna-se justo por meio da fé. No primeiro caso, temos o
verbo crer. No segundo caso, temos o substantivo fé. O verbo crer é usado cento e quinze vezes.

Uma vez que o homem crê, ele é salvo (At 16:31). Uma vez que o homem crê, tem a vida eterna
(Jo 3:36). Uma vez que o homem crê, ele é justificado. Além desses versículos, há trinta e cinco
ocorrências em que o substantivo fé é usado. O homem é salvo mediante a fé. Ele recebe vida
eterna pela fé, e é justificado mediante a fé. Portanto, em todo o Novo Testamento, pelo menos
cento e cinqüenta vezes é dito que o homem é salvo, justificado, e tem vida eterna unicamente por
meio da fé. Não é uma questão de quem a pessoa seja, do que ela faça ou do que possa fazer.

Tudo depende do crer. Tudo depende da fé.

Outra questão que merece especial atenção é que em todas essas cento e cinqüenta
ocorrências da fé e do crer, nenhuma outra condição é adicionada. Esses versículos não dizem
que o homem deve crer e a seguir fazer algo para receber a vida eterna. Eles não dizem que o
homem deve crer e fazer algo antes que possa ser justificado. Tampouco dizem que o homem
deve crer e fazer algo antes que possa ser salvo. A Palavra do Senhor menciona a fé de maneira
clara e definida. Nada além é misturado ou vinculado à condição da fé. Portanto, a Bíblia nos
mostra claramente que do ponto de vista de Deus, não há outra condição para a salvação além de
crer.

Um dos livros mais lidos e apreciados no Novo Testamento é o Evangelho de João. Se
alguém o ler cuidadosamente, verá que João escreveu esse livro com o único propósito de dizer-
nos como o homem pode receber vida e ser salvo e como pode ser libertado da condenação. O
Evangelho de João menciona oitenta e seis vezes que é por fé somente, e por nada mais, que o
homem recebe a vida, é justificado, e não entra em condenação. Portanto, a Bíblia nos mostra
clara, adequada e simplesmente que a salvação não é baseada no que o homem é, no que ele tem
tampouco no que fez. A Bíblia nos mostra que quando o homem crê, ele recebe (Jo 1:12). Ele
recebe por meio de crer.

Dissemos que a salvação e a redenção são realizadas por Deus. Mesmo a maneira e o
plano para cumpri-las são arranjados por Deus. Também vimos que a graça é cumprida por Deus
por meio do Senhor Jesus. Temos de lembrar que se do lado de Deus é graça, então do nosso
lado deve ser fé. Se estendo minhas mãos para dar uma xícara de chá a um irmão, ele não pode
recebê-la estendendo seus pés. A maneira que os outros utilizam para dar-lhe algo deve ser a
mesma que você usa para recebê-lo deles. A maneira de receber deve ser a mesma usada para
dar. Se as pessoas o chamam pelo telefone, então você tem de responder usando o telefone. Se
lhe escreverem uma carta, você tem de receber a carta. A maneira como algo é recebido deve ser
a mesma como foi enviado.

De acordo com a Bíblia, graça é o que Deus nos deu por intermédio de Jesus Cristo (1 Co
1:4). Para Ele, fazer isso está no princípio da graça. Uma vez que esteja no princípio da graça do
lado de Deus, então, do nosso lado, está no princípio da fé. Fé e graça são dois princípios
inseparáveis. Graça é Deus dando algo a nós, e fé é o nosso receber algo da parte de Deus. Fé
nada mais é que receber o que Deus nos deu em espírito. Isso é totalmente independente de obra.

Somente dessa maneira o homem pode receber a graça de Deus. Se recorrermos a quaisquer
outros meios, não seremos capazes de receber a graça de Deus.

Embora a Bíblia nos mostre que é pela fé que se recebe a graça de Deus, muitas doutrinas
têm surgido como resultado da má interpretação por parte do homem. O homem cria teorias
baseadas em seus próprios pensamentos e em sua mente obscurecida. Elas envolvem o que ele
deve fazer para que seja salvo. Assim como o homem tem criado ídolos com seu coração tortuoso
e os considera deuses, da mesma forma ele tem estabelecido condições para a salvação com seu
coração tortuoso e pensamentos obscurecidos. Por essa razão, devo chamar sua atenção para as
diferentes condições que o homem estabeleceu para a salvação e considerar se esses caminhos
de salvação são confiáveis ou não.

Se o homem não vê a verdade de Deus e não compreende
Sua Palavra, ele não perceberá que a condição para salvação é a fé. Contudo, se o homem vê a
luz de Deus e compreende a verdade de Deus, ele não será capaz de contrariar o fato do Novo
Testamento de que a salvação é mediante a fé. O problema hoje é que depois de reconhecer a fé
como a condição da salvação, ele adiciona algo mais à fé.

A controvérsia entre Deus e o homem
não é a de crer ou não crer, mas é a de crer com arrependimento, crer com as obras da lei, crer
com batismo, ou crer com testemunho, como um pré-requisito para a salvação. A Palavra de Deus
diz-nos que uma vez que creiamos, somos salvos. Porém, o homem hoje acrescenta a palavra
com. De acordo com sua mente obscurecida, ele proclama que o homem é salvo mediante a fé
com alguma coisa. O que iremos considerar não é se alguém pode ser salvo pela fé. Essa questão
já está resolvida. A questão hoje é se a fé é suficiente ou não. Precisamos adicionar com à fé para
que sejamos salvos? (Watchman Nee)

Nenhum comentário:

Postar um comentário