sábado, 29 de setembro de 2012

Sorriso da África





África, Qual o Motivo Deste Riso?

Mais um dia vai terminando, não há luz nas ruas, nem nos lares,
Noite sem luar, todos já se aquietaram em seu cantinho
Assentamo-nos pertinho um dos outros, na África até homens dão-se as mãos em sinal de amizade ou familiaridade.

Ouve-se as vozes, cada um conta um pouco, o assunto não importa. Onde há amor não há assunto desinteressante

De repente um sorri. Seus dentes brancos, alvos como a neve, surgem como luz de neon na escuridão.
As crianças ainda despertas riem do riso alheio, riem por rir, riem porque são puras e sem fardos pelo dia vindouro.
A mama que havia tentado fazer os pequenos se calarem, desistiu e apaixonada por eles começa a rir também.
Alguns que haviam trazido suas esteiras para fora põe a cabeça pra fora do lençol e pedem para repetir o motivo do riso.
Mesmo sem explicação, também começam a rir, logo todos estamos rindo..

Aí eu me perguntei, afinal de onde nasceu este riso?
Nasceu de um riso sem causa ou razão...
É o riso da África, riso de esperança de dias melhores,
Riso da fé que crê num Deus que um dia vai mudar a vida deles.
Riso de saudade de um dia do futuro onde haverá paz e as guerras se findarão.

Ei, Venha Sorrir conosco, ensina-nos a viver melhor que te ensinaremos a rir melhor.

Sudão, Margem Esquerda do Nilo Branco, 29.09.12.

Anezio Massuia


Nenhum comentário:

Postar um comentário