sexta-feira, 22 de março de 2013

Nossa missão nas Casas de Paz


Nossa missão nas Casas de Paz

Estamos nos movimentando para a partir de 14 de abril, o “Dia D”, estabelecermos centenas e centenas de novas Casas de Paz nesta cidade e região. Entretanto, precisamos entender e preparar-nos para nossa missão.

Texto-Chave: Lucas 10:5-9
Estamos nos movimentando para a partir de 14 de abril, o “Dia D”, estabelecermos centenas e centenas de novas Casas de Paz nesta cidade e região. Entretanto, precisamos entender e preparar-nos para nossa missão. O propósito não é somente fazer um movimento, sem rumo. Quanto Jesus enviou os setenta para a mesma tarefa que temos hoje, Ele deixou muito claro em que consistia a missão de cada dupla de “semeadores da paz”.
 1. PROPOR A PAZ DE DEUS NO MEIO DAS FAMÍLIAS – “Ao entrardes numa casa, dizei antes de tudo: Paz seja nesta casa!” (vs. 5) – As pessoas estão sem paz. As famílias também. Por isso, nossa missão é oferecer a paz que só a presença de Jesus pode trazer. Nossa abordagem às pessoas deve ser do tipo: “Você precisa da paz de Deus em sua casa? Há algo roubando a paz da sua família? Você está disposto abrir sua casa para Cristo e buscar a bênção e os milagres que precisa?” É com esse tipo de proposta que devemos falar para as pessoas do projeto da Casas de Paz e mostrar que centenas de famílias estão abrindo seus lares para receber o Príncipe da Paz, Jesus... Onde houver um filho da paz, a porta se abrirá!
 2. ESTABELECER AMIZADE COM OS FILHOS DA PAZ – “Permanecei na mesma casa, comendo e bebendo do que eles tiverem” (vs. 7) – Nossa missão não é fazer uma série de vistas técnicas ou religiosas a estas famílias, mas desenvolver relacionamento com elas, tornar-nos seus amigo e através disso abençoá-las. Ao ordenar que aqueles setenta discípulos permanecessem nas casas que se abrissem para eles, comendo e bebendo do tivessem, Jesus estava apontando justamente para esta necessidade de que desenvolvessem um relacionamento de confiança e intimidade com aquelas pessoas.
3. LEVAR LIBERTAÇÃO DE TUDO O QUE ROUBA A PAZ DAQUELAS VIDAS  – “Curai os enfermos que nela houver” (vs. 9a) – O que rouba a paz das famílias são as enfermidades, seja do corpo, da alma, dos relacionamentos. Há pessoas literalmente doentes, precisando de cura. Há muitos que estão enfermos nas emoções (depressão, mágoa, pânico, sentimento de abandono). Há casamentos adoecidos, relacionamentos entre pais e filhos quebrados... Precisamos deixar claro que nossa proposta, através de uma busca perseverante durante sete semanas, é atrair o poder de Deus para sanar estas situações. Devemos ser ousados para anunciar milagres e despertar a fé das pessoas para buscar a Deus conosco.
 4.  ESTABELECER O SENHORIO DE CRISTO NAQUELAS VIDAS E FAMÍLIAS – “E anunciai-lhes: A vós outros é chegado o reino de Deus” (vs. 9b) – Não vamos apenas levar a bênção, para revelar o Abençoador, Jesus. Nossa maior mensagem é: “Chegou o reino de Deus nesta casa!” Ou seja, proclamar o governo de Cristo, o  seu senhorio, levar as pessoas a renderem-se a Cristo e obedecerem sua palavra para que a paz crie raízes em sua vidas. Embora estejamos sendo enviados para apontar em Deus soluções imediatas para as pessoas, o propósito final da nossa missão é conduzi-las a uma verdadeira conversão.
CONCLUSÃO – Na parte final da reunião, use o tempo para intercessão diante da “cadeira vazia”, colocando nela papeis e fotos com os nomes de pessoas que a célula vai propor a Casas de Paz... Oriente seus discípulos a já fazerem contato, propondo a campanha, anunciando o começo de tudo para o “Dia D”, 14 de abril. Se alguma dessas pessoas contatadas estiver muito aflita e o semeador da paz sentir que não dá para esperar o dia 14, pode já começar a fazer umas reuniões prévias na casa da pessoa, preparando o ambiente e desenvolvendo amizade... Antes de terminar a reunião, não se esqueça de dar oportunidade para que todos ofertem... Informe a todos de que na próxima semana as células não se reunirão, para que toda a igreja se concentre e participe da ReVisão. É preciso inscrição para entrar. 
 http://www.comcrist.org/edificacao/celulas/nossa-missao-nas-casas-de-paz/

Nenhum comentário:

Postar um comentário