quarta-feira, 24 de abril de 2013

24/04/2013 Artigos do Pr.Hernandes Dias Lopes publicados no facebook

BOM DIA, DEUS TEM GRANDES COISAS PARA VOCÊ HOJE!

Este é o dia que o Senhor fez para você alegrar-se nele. Este é um dia de graça. Deus já renovou em seu favor suas misericórdias. Viva este dia com entusiasmo. Viva com gratidão. Sua vida é preciosa aos olhos de Deus. Ele ama você com amor eterno. Viva com humildade. Arrependa-se de seus pecados e volte-se para Deus. Ele é rico em perdoar e tem prazer na misericórdia. Viva com alegria, pois ao seu redor há muitos sinais do cuidado divino. Você tem uma casa para morar, uma cama para dormir, roupa para vestir, pão sobre a mesa e uma família que ama você. Veja quanta coisa boa Deus tem feito em sua vida. Tome, agora, a decisão de viver para a glória de Deus. Aproveite, portanto, as oportunidades deste dia para andar com Deus, amar sua família e servir o seu próximo.

Hernandes Dias Lopes.






AMIGO DE DEUS!

Amigo é aquele que tem intimidade, que gosta de estar perto e se deleita na comunhão. Abraão era amigo de Deus. Andava com Deus e tinha plena disposição de obedecer a Deus, ainda que isso lhe custasse o maior de todos os sacrifícios, a vida do seu filho. Você é amigo de Deus? Deleita-se nele? Seu maior prazer é viver para sua glória e usufruir de sua intimidade?

Hernandes Dias Lopes


PRECISA DE UM AMIGO 

Jesus é o amigo verdadeiro. Ele deu sua vida por você para você viver para ele.

Hernandes Dias Lopes.


ALEGRIA INDIZÍVEL E CHEIA DE GLÓRIA

O apóstolo Pedro falou sobre a alegria indizível e cheia de glória. Essa alegria é ultra-circunstancial, pois a igreja naquele tempo estava sendo perseguida e precisou abandonar suas casas e cidades. Mesmo como peregrinos no mundo, tendo seus bens saqueados, os filhos de Deus, nutriam na alma uma alegria supra-terrena, supra-humana, celestial! Hoje, mesmo vivendo numa zona de conforto e cercados de bens, não temos usufruído essa alegria superlativa. Precisamos compreender que a alegria do cristão não é uma emoção nem mesmo um sentimento. É uma pessoa. Nossa alegria é Jesus! O apóstolo Paulo escreveu de uma prisão, no corredor da morte, na antessala do martírio: "Alegrai-vos sempre no Senhor, outra vez digo, alegrai-vos!"
Hernandes Dias Lopes


VOCÊ É UMA PESSOA OTIMISTA?

Há pessoas pessimistas que sempre olham para vida com lentes escuras. Nós, porém que confiamos em Deus, sabemos que somos mais que vencedores em Cristo Jesus!

Hernandes Dias Lopes.


CUIDADO DOS PAIS AOS FILHOS

Nós pais precisamos dar boa doutrina aos nossos filhos. Precisamos ensinar a eles a Palavra de Deus. Em Deuteronômio 6 diz que primeiro os pais vivem a verdade, depois a ensinam. Os pais devem ensinar com a vida antes de ensinar por preceitos. Precisamos inculcar a verdade no coração dos filhos (Deuteronômio 6.7). Precisamos criá-los na disciplina e admoestação do Senhor (Efésios 6.4). Precisamos ensiná-los no caminho em que devem andar (Provérbios 22.6).

Hernandes Dias Lopes


SOFRENDO?

Ore, clame, chore, mas deposite seu fardo aos de Jesus. Ele pode aliviar sua dor e enxugar suas lagrimas!

Hernandes Dias Lopes




MÁGOA, O CÁRCERE DA ALMA

“Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira”. Efésios 4:26

Nós sofremos mais por causa das pessoas do que por causa das circunstâncias. As pessoas nos fazem chorar mais do que as adversidades da vida.

O resultado do adoecimento das relações humanas é a mágoa. Esse sentimento de amargura que se instala no solo do coração traz perturbação e contaminação para os que vivem ao redor. Além disso, é autodestrutivo, pois ferimos a nós mesmos quando nutrimos mágoa por alguém.

Quem se alimenta da mágoa não tem paz. Não tem liberdade. Não tem alegria. Não conhece o amor. E, de acordo com Paulo, está dando lugar ao Diabo. Há muitas pessoas doentes porque se recusam a perdoar.

A chave que abre a porta dessa masmorra é o perdão. O perdão traz cura onde a mágoa gerou doença. O perdão traz reconciliação onde a mágoa gerou afastamento. O perdão traz alegria onde a mágoa produziu tristeza e dor. Perdoar é zerar a conta. É nunca mais lançar no rosto da pessoa a sua dívida. Perdoar é lembrar sem sentir dor.

Portanto, chegou a hora de raiar a liberdade em sua vida. É tempo de sair da cadeia que prende a sua alma com as algemas da mágoa. É hora de experimentar a liberdade do perdão, de tomar posse da vida que Jesus lhe oferece.

(Fonte: Cada Dia - Janeiro de 2010 - Autor: Hernandes Dias Lopes)






https://www.facebook.com/photo.php?fbid=537475822960147&set=a.431132853594445.91686.366748886699509&type=1&theater

sábado, 20 de abril de 2013

20/04/2013 PR. HERNANDES DIAS LOPES - COLETÂNEA DOS ESCRITOS NO FACEBOOK


BOM DIA, HOJE DEUS TEM MARAVILHAS PARA FAZER EM SUA VIDA

Mais um dia inédito está começando, trazendo em suas asas todas as oportunidades de Deus e renovando sobre sua vida as misericórdias de Deus. Este é um dia de graça. Dia em que os braços do Eterno estão estendidos sobre você para abençoar sua vida. Dia em que os portais da salvação estão abertos e Deus chama você para arrepender-se de seus pecados e crer em Jesus, como seu suficiente Salvador. Hoje é dia de demonstrar amor pela sua família, serviço ao próximo e testemunho do evangelho. Hoje é dia de desfrutar de descanso para o corpo, de refrigério para a mente e de deleite para a alma!

Hernandes Dias Lopes.


VOCÊ É O QUE VOCÊ PENSA



VOCÊ É O QUE VOCÊ PENSA


Lawrence Crabb Jr, ilustre psicólogo americano, disse que o sentimento é determinado pelo comportamento e o comportamento é determinado pelo pensamento. Assim como o homem pensa, assim ele é. A vitória ou a derrota é definida pelo que pensamos. Os dez espias de Israel que viram a terra prometida e trouxeram um relatório negativo, disseram que eram como gafanhotos aos olhos daqueles gigantes de Canaã. Porque se sentiram gafanhotos, agiram como tais. O pensamento negativo deles determinou-lhes a derrota. A Bíblia diz que não devemos pensar além nem aquém. Somos não o que sentimos que somos nem o que as pessoas dizem que somos. Somos quem Deus diz que somos. Todos aqueles que estão em Cristo são mais do que vencedores. Somos feitura de Deus, amados de Deus, filhos de Deus, herdeiros de Deus, habitação de Deus, menina dos olhos de Deus.
Hernandes Dias Lopes

JESUS É MAIOR DO QUE O TEMPLO

Em Mateus capítulo 12, Jesus Cristo disse que ele é maior do que o templo. O templo de Herodes era um palácio de mármore, com colunas de ouro, um dos mais belos edifícios do mundo de sua época. Jesus surpreende o povo ao dizer que ele é maior do que o templo. Jesus é maior do que os lugares sagrados. Maior do que os ritos sagrados. Maior do que a religião. A religião não pode salvar você. A lei não pode salvar você. Os ritos sagrados não podem salvar você. O templo não pode salvar você. Os sacrifícios religiosos não podem salvar você. Os sacerdotes não podem salvar você. Os pastores e missionários não podem salvar. Mas há um que é maior do que o templo. Esse alguém é Jesus. Jesus pode limpar você do pecado. Jesus pode cancelar sua dívida impagável. Jesus pode aliviar sua consciência de obras mortas. Jesus pode dar a você a vida eterna. Jesus é maior do que o templo!
Hernandes Dias Lopes


ONDE ESTÁ A PREGAÇÃO BÍBLICA?

D. Martyn LLoyd-Jones diz que a pregação é a maior necessidade da igreja e consequentemente do mundo. Mas que tipo de pregação? A pregação do Evangelho! A pregação de Cristo e este crucificado. A pregação da morte e ressurreição de Jesus. Hoje, muitos púlpitos escondem essa mensagem. Sonegam o evangelho. Muitos pregadores pregam a si mesmos. Pregam suas denominações. Pregam uma mensagem humanista. Pregam auto-ajuda. Pregam prosperidade. Pregam sucesso neste mundo. Nesse mar de confusão, precisamos perguntar: Onde está a pregação do evangelho? Onde está a centralidade da Palavra de Deus? Onde está o Sola Scriptura? É tempo da igreja arrepender-se e voltar ao seu primeiro amor. É tempo dos púlpitos pregarem a verdade de Deus. É tempo de darmos ao povo o trigo nutritivo da verdade e não o farelos das doutrinas humanas. É tempo de voltarmos à pregação bíblica com fidelidade e unção do Espírito!
Hernandes Dias Lopes

O EVANGELHO SIM; OUTRO EVANGELHO NÃO!

O evangelho apresenta as boas novas de Cristo. Exige arrependimento e fé em Cristo para a salvação e oferece ao pecador arrependido a vida eterna. O outro evangelho é um simulacro do evangelho, é um evangelho adulterado, para agradar os ouvintes e oferecer vantagens aos pregadores. Esse outro evangelho é popular, mas falso e ineficaz; é palatável, mas perigoso e letal; é aplaudido pelos homens, mas reprovado por Deus; é seguido por muitos, mas produz perdição e morte. É tempo da igreja voltar ao antigo evangelho, o evangelho da cruz, o evangelho da graça, o único evangelho digno de ser proclamado e crido. Igreja brasileira, voltemos ao Evangelho!
Hernandes Dias Lopes.
ESTÁ CANSADO COM AS PRESSÕES?

Coloque esse fardo aos pés do Senhor. Não carregue essa mochila pesada. Deus pode aliviar sua bagagem!
Hernandes Dias Lopes.




TRÊS VERDADES ABSOLUTAS:

1) O pecado deforma;
2) O homem reforma;
3) Mas, só Deus transforma!
Hernandes Dias Lopes.
CUIDADO COM OS SEUS OLHOS!

Os olhos são a janela da alma. Eles podem nos levar a fazer o bem ou a praticar o mal. Eva viu o fruto proibido e o desejou. Acã viu coisas proibidas e as roubou. Davi viu uma mulher nua se banhando e adulterou com ela. Cuidado com aquilo que você coloca diante dos seus olhos. Há muitas pessoas prisioneiras da pornografia. Há muitas pessoas seduzidas por aquilo que entra pela janela dos olhos. A Bíblia nos alerta acerca da concupiscência dos olhos. Jesus disse que se o seu olho faz você tropeçar, você deve arrancá-lo. Obviamente, Jesus não está falando literalmente, mas mostrando a necessidade de você ser firme e radical na amputação do mal em sua vida.
Hernandes Dias Lopes.

MAGOADO?

Cuidado! A mágoa é um veneno; um veneno que atinge mais você do que a pessoa desafeta. Lança fora esse veneno! Esprema todo o pus da ferida. Faça uma assepsia em sua alma, uma faxina em sua mente e uma limpeza nos porões do seu coração. Tome a decisão de perdoar. Fique livre!
Hernandes Dias Lopes.

DIVÓRCIO, A APOSTASIA DO AMOR

O casamento foi instituído por Deus, o divórcio não; o casamento é ordenança divina, o divórcio não; o divórcio é permitido por Deus, ordenado não; o divórcio é fruto da dureza de coração; o casamento resultado do amor. Deus aprova o casamento e odeia o divórcio. Em toda a Bíblia só há duas cláusulas de exceção para o divórcio: infidelidade conjugal (Mt 19.9) e abandono (1Co 7.15). Hoje, fala-se muito sobre divórcio e pouco sobre casamento. Se entendêssemos melhor o que é casamento, teríamos menos divórcio. O divórcio cresce, porque os compromissos do casamento diminuem. Se investirmos mais no casamento, teremos menos divórcio. O casamento exige o exercício do amor; porém, o divórcio é a apostasia do amor.
Hernandes Dias Lopes

Discipulado: A base para qualidade e quantidade

Ouvi certa vez um pastor dizer que um casal saudável precisa se proteger para NÃO reproduzir vida. O mesmo pode ser dito de discípulos. Discípulos saudáveis reproduzem vida em outros discípulos. E grupos saudáveis naturalmente reproduzem novos grupos. Em outras palavras, qualidade resultará em quantidade. Vemos isso acontecer em igrejas de todo o mundo.

Nos Estados Unidos, muitas pessoas adotaram células pensando que a quantidade simplesmente aconteceria. Creio que todos nós presumimos que sabíamos como viver em uma comunhão de qualidade que se reproduziria. Porém, o problema é que adotamos o padrão de células que descobrimos em igrejas em células em crescimento ao redor do mundo, mas falhamos em adotar o padrão de discipulado relacional que na verdade produz discípulos de qualidade. Por isso, obtivemos grupos de pessoas que não estão se desenvolvendo como discípulos.

Isso resultou em duas coisas. Primeiro, decidimos que o discipulado era uma opção. Isso é fácil nos Estados Unidos. Discipular pessoas nos EUA, onde as pessoas pensam que frequentar reuniões as qualifica como bons cristãos dificulta o verdadeiro discipulado. Ser um cristão nos EUA nos custa pouco e não requer discipulado. Então, concluímos que a frequência significa qualidade e por isso é suficiente.

Isso também resultou no comprometimento do significado de multiplicação. Vejo muitos grupos se multiplicando e sistemas de células crescendo rapidamente, e de forma alguma isso ocorre como resultado de discipulado. Esses grupos estão aumentando em quantidade, mas na realidade estão simplesmente ajuntando pessoas que vêm e têm seu compromisso marcado na grande igreja da cidade no final de semana. A quantidade é grande, mas a qualidade está longe do que se espera quando pensamos no significado de ser comunidade que vive o Reino de Deus.

Qualidade de grupo, o tipo que demonstra a vida do Reino de Deus, é o resultado do discipulado e da formação espiritual que se multiplicará naturalmente. Crescimento que ocorre porque uma igreja tem mais dinheiro e melhores oradores e pode organizar melhor seus grupos que outras pode nos levar a pensar que nossa quantidade é melhor do que é de fato.

A verdade é que a qualidade pode estar longe do que queremos que seja. O discipulado do Reino resultará na formação de comunidades que se sobressaem como luz e amor numa terra de escuridão e ódio. Essas comunidades de graça não podem deixar de produzir outros discípulos e grupos. Geralmente, isso começa lentamente, mas é assim que acontece com a semente de mostarda do Reino de Deus.

Scott Boren
23 de fevereiro de 2012

sexta-feira, 19 de abril de 2013

ESTÁ TUDO BEM COM A MINHA ALMA

SE PAZ A MAIS DOCE ME DERES GOZAR...

No século dezenove um rico advogado de Chicago, chamado Spafford, converteu-se a Cristo por intermédio do ministério de Dwight Moody. Um terrível incêndio que devastou Chicago naquele tempo trouxe um enorme prejuízo a esse homem. 

Em seguida, sofreu outro golpe ainda mais doloroso: perdeu seu filho de forma repentina e trágica. Spafford tomou, então, a decisão de viajar com a esposa e as quatro filhas para a Europa, para buscar um tempo de refrigério. Na véspera da viagem, precisou permanecer mais uns dias em Chicago, mas enviou a esposa e as quatro filhas, com o compromisso de ir ao encontro delas em seguida. Aquela foi uma viagem fatídica. Houve um terrível naufrágio e as quatro filhas morreram naquele acidente. A esposa lhe enviou em telegrama: "Salva, porém, só". 

Spafford imediatamente toma um navio e vai ao encontro da esposa. Pediu ao comandante para mostrar-lhe o local onde suas filhas foram tragadas pelo mar furioso. Enquanto o navio era surrado pela fúria das ondas, o Deus que inspira canções nas noites escuras, colocou em seu coração um hino, que se tornou mundialmente conhecido: "Se paz a mais doce me deres gozar/ Se dor a mais forte sofrer/ Oh, seja o que for tu me fazer saber/ Que feliz com Jesus sempre sou/ Sou feliz com Jesus, meu Senhor. 

O coro deste hino no original inglês é: IT IS WELL WITH MY SOUL, IT IS WELL WITH MY SOUL! (Está tudo bem com a minha minha alma, está tudo bem com a minha alma). Esse hino tem consolado milhões de pessoas, pois o nosso Deus é o Deus e Pai de toda consolação. É Ele quem nos consola em toda a nossa angústia para consolarmos outros que estiverem passando pelas mesmas angústias.

Hernandes Dias Lopes

Promessas de Jesus para nós.



Após a sua ressurreição o Senhor Jesus Cristo apareceu várias vezes aos seus discípulos. Isso se deu durante os quarenta dias que antecederam a Sua ascensão ao Trono do Pai.  Fez-lhes várias promessas as quais são extensivas a nós hoje também. Destacamos algumas abaixo.

Vamos ler em Mateus 28.10 e responder: Como Jesus se refere aos seus discípulos?
1. Servos
2. Amigos
3. Irmãos 
· Lendo Marcos 16.15-16 vamos responder:-
· Quem será salvo?
· O que acontecerá com quem não crer?
· Lucas nos diz sobre a "promessa" do Pai – Lucas 24.49 e Atos 1.8.
· Algo de muito grandioso havia sido prometido à Igreja desde o Velho Testamento, promessa essa que é reafirmada várias vezes por Jesus em seu ministério. Após a ressurreição novamente a promessa é lembrada. Que promessa é essa?
Relembrando:-
A. Vimos hoje  que somos chamados pelo Senhor de irmãos. Jesus é o primogênito através do qual recebemos a salvação eterna, o dom da vida.

B. Todo aquele que crê em Jesus Cristo é salvo, ao contrário aquele que não crê é condenado. A escolha é pessoal. Também vemos que os salvos devem receber o batismo nas águas para testemunho de sua nova vida.

C. Aos salvos o Senhor tem uma promessa:- O poder do Espírito Santo; 
e um dever: ser uma testemunha do Senhor.
Assinale abaixo as etapas em que você se encontra.

 · Buscando a salvação.
 · Salvo e não batizado.
 · Salvo e batizado.
 · Testemunha poderosa do Senhor Jesus Cristo.

Note bem que você estará num crescendo espiritual que se inicia em buscar a Cristo e só terminando quando Ele nos chamar para com Ele morarmos na Sua Glória.

Ivo Gomes do Prado

· No domingo venha participar conosco do culto de celebração.
   IPRCentral em Assis - 18.00 horas.

MARAVILHOSA GRAÇA


Ele nos amou e nos salvou não por nosso merecimento, mas apesar do nosso pecado; não em virtude de quem somos, mas a despeito de quem somos. 


A graça de Deus é um dom imerecido. 

A causa do amor de Deus por nós não está em nós, mas nele mesmo. Não somos salvos pela obra que realizamos para Deus, mas pela obra de Cristo na cruz, realizada por nós. Somos salvos pela graça, mediante a fé, para as boas obras. 

A graça é a base da salvação; a fé é o meio da salvação e as obras são a evidência da salvação.

terça-feira, 16 de abril de 2013

TESTEMUNHA DE JEOVÁ declara que JESUS é Divino, mas não é Deus.

CAIXA DE COMENTÁRIOS DO YOUTUBE - Comentários de um testemunha de Jeová sobre a divindade de Jesus, relativos ao vídeo “Ex-ancião das Testemunhas de Jeová contesta doutrinas – 01”, enviado em 03.04.2008, pelo pastor Airton Evangelista da Costa. Em síntese, referido jeovita declara que Jesus é divino, mas não é Deus. O Deus Todo-Poderoso seria somente Jeová. 

Francisco Silva
Jesus é Divino mas não é igual a Divindade Superior Jeová

Airton Evangelista Costa
Jesus é Deus, mas não é Deus? João 1.1 diz que ele é Deus. Também em Revelação/apocalipse 1.8 (Todo-Poderoso), e que ele é DEUS PODEROSO, OU DEUS FORTE, em Isaías 9.6

Francisco Silva
Se até satanás é deus, porque Jesus também não é? Deus é um título de destaque. Você ainda não compreendeu isso e nunca vai entender pelo que parece. Certa vez Jeová disse a Moisés. "Te farei em Deus" isso não tornou Moisés Igual a Jeová, nem a Jesus.

Francisco Silva
João não diz ele era Deus, mas ele estava com Deus, ser e estar em algumas situações convergem. Mas nesse caso os supostos cristãos convergem por si a tradução do original para apoiar seus falsos ensinos. Dizendo que Jesus e Jeová são a mesma pessoa mas isso nem é verdade, nem há apoio nas escrituras. Se João 1:1 apoia esse ensino exitem diversos textos que não apoiam e vou pela maioria, que é mais lógico e coerente.

Airton Evangelista Costa
João 1.1 é um texto mentiroso? O que é mentira e o que é verdade nesse evangelho? Quais são os diversos textos que não apoiam João 1.1? Nesse versículo diz: "No princípio, era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo ERA DEUS". Você continua admitindo que o versículo não diz que o Verbo era Deus? Você leu mesmo o versículo. Leu todo? Se tiver alguma dificuldade de interpretar, solicite ajuda a um professor. de português.

Francisco Silva
Na bíblia não tem texto mentiroso, você é quem está dizendo. Era DEUS é diferente de é DEUS se era não é mais, porém nunca foi. DEUS é DEUS, o verbo é o VERBO, o VERBO é DIVINO mas não um DEUS a quem devemos adoração JESUS veio para interconectar novamente o homem a DEUS não veio buscar glória para si mais para o pai

Francisco Silva

Tudo bem, Jesus é DEUS forte e poderoso, mas não é o DEUS todo poderoso JEOVÁ, assim como satanás é DEUS, os anjos são DEUSES, os demônios são DEUSES e são os DEUSES que nada valem. Não entendeu ainda que DEUS significa ser superior é um título? O SR querendo ser pastor e com essa idade toda!?

Airton Evangelista Costa
Como é que é? Fala sério? Satanás é Deus? Jesus é deus Forte e Poderoso, mas não é DEUS? Deus é apenas um título?Não espalhe sua teologia. Fique só por aqui mesmo. Mas, felizmente ou infelizmente, nada aqui é confidencial. Suas observações serão divulgadas para o mundo.

Francisco Silva
Eu escrevi Satanás é DEUS e não Satanás é JEOVÁ ou Satanás é JESUS, Jesus é DEUS e não Jesus é deus (deus, deuses, DEUS são títulos de poder e posição, mas somente há um DEUS todo poderoso JEOVÁ) vá aprender a ler e estudar e não faça comparações idiotas!

Airton Evangelista Costa
O remendo piorou sua situação. A Tradução do Novo Mundo tanto escreve DEUS, como JEOVÁ, referindo-se ao Ser Superior, o Altíssimo, o Criador. Exemplos: João 1.1; Gn 1.1 Se você não fizer nenhuma correção, vai ser divulgado assim mesmo.

Francisco Silva
o fato de eu escrever seu nome como airton ou AIRTON, nem lhe engrandece nem lhe diminui

Airton Evangelista Costa
Só tem isso a dizer? Na adulteração da Bíblia feita pela Torre tem muito significado. Então, publicarei seu pensamento tal como você se expressou. é possível que edite um vídeo sobre seus argumentos e os meus.Isso não lhe dará nenhuma notoriedade. Considerando que o senhor não divulga seu rosto, considero que seu nome não seja FRANCISCO SILVA. Todavia, representa aqui o pensamento de um integrante da Sociedade Torre de Vigia

Francisco Silva
Não é meu pensamento é o que está nas escrituras (em qualquer escritura e não só da TORRE), mas publique meu pensamento assim como está escrito. JEOVÁ não é JESUS mas Jesus é DEUS no sentido de ser poderoso mas não é o DEUS todo poderoso. Outra coisa deus é um título embora se escreva Deus ou DEUS isso não faz diferença pra indicar uma pessoa. deus é título de posição não se refere a uma divindade específica nem somente a Jeová ou JESUS ou satanás

Airton Evangelista Costa
Informo que não há nada de confidencial neste espaço destinado a comentários. Qualquer mensagem aqui divulgada poderá ser publicada em sites e grupos. Isto é óbvio, pois as manifestações aqui feitas são de domínio público. Minhas considerações abaixo sobre a divindade de Jesus, bem como as afirmações em contrário serão publicadas no meu site.

Airton Evangelista Costa
Por que a Torre de vigia se considera cristã, se dizem que a cristandade será exterminada na Batalha do Armagedom? Não entendo. Alguma coisa saiu errada. Pois existe a SOCIEDADE CRISTÃ DAS TJ. Resolveram aderir ao Cristianismo? Rejeitaram as doutrinas heréticas que rejeitam a divindade do Senhor Jesus?Por favor, me informem. Somente os jeovitas podem fornecer esclarecimentos precisos sobre o caso.

Francisco Silva
Nunca negamos a divindade de Jesus, apenas que não há provas nenhuma na Bíblia que ele seja o Deus todo poderoso e Altissimo. A Bíblia em parte alguma apoia a adoração a Jesus, muito pelo contrário ela condena a adoração a Cristo.

Francisco Silva
Primeiro que Deus deu a autoridade a Jesus quando ele se sacrificou pela humanidade. Quem envia é maior do que quem foi enviado. Jesus foi enviado por Jeová, logo ele é um Deus(no sentido de ser Divino) em sujeição a Jeová. Jesus é Deus poderoso conforme Isaias 9: 6, 7 mas não o Deus todo poderoso. Em nenhuma parte das escrituras fala que ele é o Deus todo poderoso. Me mostre somente um verso. Ao contrário ele é chamado filho do Altíssimo.

domingo, 14 de abril de 2013

O CHORO PELO PECADO DESEMBOCA EM ALEGRIA


O CHORO PELO PECADO DESEMBOCA EM ALEGRIA
Quem chora pelos seus pecados é muito feliz. Quem derrama lágrimas de arrependimento, festeja a alegria do perdão. 




Onde há quebrantamento, há cura; onde há confissão de pecados, há restauração; onde há abandono do pecado, há misericórdia. 

Precisamos de um avivamento que nos leve às lágrimas. Não lágrimas provocadas por uma emoção frívola. Não lágrimas de remorso, mas lágrimas que desabotoam como fruto da operação do Espírito Santo em nossos corações. 

A alegria de Deus invade nossa alma, sempre que nós choramos as lágrimas do arrependimento!

sábado, 13 de abril de 2013

O QUE DEUS DIZ SOBRE CASAMENTO?

"Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne." Gênesis 2:24. Efésios 5:31

Nossa sociedade secularizada discute a natureza do casamento e ousa colocar de ponta cabeça os princípios estabelecidos pelo próprio criador. Deus instituiu o casamento e estabeleceu critérios claros que devem regulamentá-lo em todas as culturas e em todas as épocas. 

O casamento é heterossexual. "Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe e sua unirá à sua mulher". 

A união homossexual está frontalmente contrária ao propósito de Deus. O casamento é monogâmico. O casamento é a relação entre um homem e uma mulher. O casamento é monossomático, ou seja, "... os dois se tornam uma só carne". 

O sexo é bom e puro e no casamento pode ser desfrutado com amor, fidelidade e alegria.

Hernandes Dias Lopes

quarta-feira, 10 de abril de 2013

O CRESCIMENTO DA IGREJA PRESBITERIANA NA CORÉIA DO SUL





Retirei este estudo do Boletim Dominical da Primeira Igreja Presbiteriana de Vitória (ES). Creio que é muito importante para a nossa reflexão. 
Reverendo Hernandes Dias Lopes

A Coréia o Sul é 82 vezes menor que o Brasil em extensão territorial e apenas 3 vezes menor em população. O país tem cerca de 99.000 Km 2 e 46 milhões de habitantes, dos quais, 30% são evangélicos. A Igreja Presbiteriana representa 75% dos evangélicos e possui 10 milhões de membros. Embora a Igreja Presbiteriana da Coréia seja 28 anos mais nova que a Igreja Presbiteriana do Brasil, ela é 20 vezes maior. Enquanto os presbiterianos do Brasil representem apenas 0,3% do população, na Coréia representam 22%. Só em Seul, capital da Coréia do Sul, uma cidade com 12 milhões de habitantes, há 10 mil igrejas presbiterianas. As principais denominações evangélicas da Coréia são:

1) Presbiteriana – 10.000.000 de membros

2) Metodista – 1.500.000 membros

3) Assembléia de Deus – 1.000.000 de membros

4) Batista – 500.000 membros

As principais causa do crescimento da igreja evangélica coreana são:

1) Uma Igreja que é Cabeça e Não Cauda

A igreja sempre esteve à frente nas grandes lutas e tensões sociais, determinando o rumo das mudanças mais importantes do país. Os crentes ocupam os principais postos estratégicos de liderança da nação. A Igreja, na verdade, é a esperança da nação.

2) Uma Igreja de Mártires

Deus sempre honrou o sangue dos mártires. Como dizia Tertuliano, ilustre pai da igreja: “o sangue dos mártires é o fermento da igreja”. A plantação da igreja na Coréia do Sul foi regada por muitas lágrimas e banhada por muito sangue. Centenas de crentes foram decapitados, estrangulados e mortos com requinte da mais perversa crueldade. Milhares de cristãos foram torturados por causa de sua fé, selando com seu sangue o testemunho do evangelho.

3) Uma Igreja com Vida Intensa de Oração

Não existe na Coréia do Sul, igreja evangélica sem reunião de oração de madrugada. Eles não acreditam em crescimento da igreja sem prática efetiva e intensa de oração. Os crentes afluem para o templo de madrugada para buscar a face de Deus, mesmo sobre o frio implacável de 20 graus negativos no inverno. Os pastores oram em média de 2 a 4 horas por dia. Oração é para eles prioridade fundamental e a causa precípua do crescimento da igreja.

4) Evangelismo Através de Grupos Familiares

A base da evangelização e da comunhão dos crentes são os grupos familiares. Para eles esse é o investimento estratégico mais importante para ganhar novas pessoas para Cristo e discipulá-los.

5) Grande Ênfase no Discipulado e Treinamento de Leigos

Estando na Coréia com um grupo de 80 pastores em abril de 97, visitamos igrejas de 6.000, 12.000, 18.000, 30.000, 55.000, 82.000, e 700.000 membros. Em todas elas vimos a forte ênfase no treinamento da liderança e no discipulado dos novos convertidos. A igreja, na verdade, é um exército em ação, onde cada crente exerce o seu ministério, conforme os dons que recebeu.

6) Grande Zelo Missionário

A igreja coreana investe pesado em missões. 25% dos pastores formados na Coréia do Sul estão se consagrando às missões. Há igrejas que investem 62% do seu orçamento em evangelização e missões. Em 1995, no Estádio Olímpico de Seul, 100.000 jovens coreanos consagraram-se para a obra missionária.

Cremos que a qualidade de vida dos crentes coreanos daságua num fenomenal crescente numérico. Qualidade gera quantidade. Quando a igreja anda com Deus, Deus a faz crescer. Creio que Igreja pujante, guerreira, ousada e viva da Coréia do Sul é um modelo digno de ser imitado por nós, se queremos ver aqui nestas plagas os mesmos resultados.

Reverendo Hernandes Dias Lopes (1ª IPB – Vitória ES)

terça-feira, 9 de abril de 2013

Conselhos de uma DELEGADA sobre segurança feminina.

É um pouco longo... mas vale a pena conhecer estas DICAS DE SEGURANÇA, mulheres!!!!


MUITO IMPORTANTE !

Conselhos de uma DELEGADA
Mande para as mulheres para que se cuidem e para os homens, para que repassem para as suas mulheres, namoradas, irmãs, amigas, etc...


Conselhos dirigidos às mulheres, mas válidos aos homens também!
Atenção nunca é demais!
Devemos estar sempre atentas!
A mulher que elaborou o conteúdo deste e-mail é Diretora de uma Empresa
de Segurança no RJ e foi aconselhada por uma delegada após registrar um
Boletim de Ocorrência.

1. Sequestro Relâmpago: Se um dia você for jogada dentro do porta-malas de um carro.

ENGULA O PÂNICO E RESPIRE FUNDO, CALMA E FRIEZA: 

1) Chute os faróis traseiros até que eles saiam para fora, estique seu braço pelos buracos.

2) GESTICULE feito doida. O motorista não verá você, mas todo mundo verá. Isto já salvou muitas vidas.

2. Os três motivos pelos quais as mulheres são alvos fáceis para atos de violência são: 

1) Falta de atenção:Você TEM que estar consciente de onde você está e do que está acontecendo em volta de você. 

2) Linguagem do corpo:Mantenha sua cabeça erguida, e permaneça em posição ereta, jamais tenha uma postura "frágil". 

3) Lugar errado, hora errada:NÃO ande sozinha em ruas estreitas, nem dirija em bairros mal-afamados à noite.

3) NUNCA FAÇA ISSO! 

1) NÃO FAÇA ISSO! As mulheres têm a tendência de entrar em seus carros depois de fazerem compras, refeições, e sentarem-se no carro (fazendo anotações em seus talões de cheques, ou escrevendo em alguma lista, ou ainda conferindo o ticket de compra).

2) O bandido SEMPRE estará observando você:Essa é a oportunidade perfeita para ele entrar pelo lado do passageiro, colocar uma arma na sua cabeça, e dizer a você onde ir.

3) No momento em que você entrar em seu carro:trave as portas e vá embora, não fique ajeitando o cabelo, ou passando batom...

4) Algumas dicas acerca de entrar em seu carro num estacionamento ou numa garagem de estacionamento:

1) Esteja consciente: olhe ao redor, olhe dentro de seu carro, olhe no chão
dianteiro e traseiro de seu carro, olhe no chão do lado do passageiro,
e no banco de trás.

2)Se ao lado da porta do motorista do seu carro, estiver estacionada uma Van Grande: entre em seu carro pela porta do passageiro.

IMPORTANTE: A maioria dos assassinos que matam em seqüência atacam suas vítimas empurrando-as ou puxando-as para dentro de suas Vans, na hora em que as mulheres estão tentando entrar em seus carros.

5) NUNCA deixe para procurar as chaves do seu carro, quando estiver parada em frente a porta dele.

1) Dirija-se ao veículo com a chave em punho, pronta para abrir a porta e dar
a partida. Observe os carros ao lado do seu.

2) Se uma pessoa do sexo masculino estiver sentado sozinho no assento do carona do carro dele que FICA mais próximo do seu carro, você fará bem
em voltar para o shopping, ou para o local de trabalho, e pedir a um segurança ou policial para acompanhar você até seu carro.


6) É SEMPRE MELHOR ESTAR A SALVO DO QUE ESTAR ARREPENDIDO, não tenha vergonha de pedir ajuda. 

Use SEMPRE o elevador ao invés das escadas. (Escadarias são lugares horríveis para se estar só, são lugares perfeitos para um crime).


7) PARE COM ISSO! 

As mulheres, estão sempre procurando ser prestativas. Não use o celular a toa. 

1) Essa característica poderá resultar em que você seja assassinada!
Um assassino sequencial, homem de boa aparência, com boa formação acadêmica, declarou em seu depoimento que SEMPRE explorava a simpatia e o espírito condescendente das mulheres. Ele andava com uma bengala ou mancava, e conseqüentemente pedia 'ajuda', para entrar ou sair de seu carro, e era nesse momento que ele raptava sua próxima vítima. 

2) Durante o dia, ande de óculos escuros: O agressor nunca saberá para onde você esta olhando. 

3) Celular: só em lugar seguro.

Gostaria que você encaminhasse este e-mail a todas as pessoas que você conhece.
O mundo em que vivemos está cheio de gente má, vamos nos ajudar!
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10200151766769568&set=a.1841802677482.2099980.1013019150&type=1&ref=nf 

segunda-feira, 8 de abril de 2013

CONVERSÃO DE FAMOSOS: ÍRIS ABRAVANEL

Irís Abravanel, Esposa Do Apresentador e Empresário Silvio Santos, Falou Em Entrevista a Revista IstoÉ Sobre Sua Conversão Ao Evangelho

Numa entrevista extensa e abrangente, a escritora Irís Abravanel, esposa do apresentador e empresário Silvio Santos, falou sobre sua conversão e prática de fé.

À revista IstoÉ, Irís falou ainda sobre sua família, profissão – atualmente escreve a novela “Carrossel” para o SBT – e relacionamento com o marido, que é judeu.

Irís afirmou que sua conversão se deu de maneira curiosa: “Foi dentro da minha casa. Eu não sabia, mas todos os meus funcionários eram evangélicos. Fui convertida pelo copeiro de casa, o José. Ele se alfabetizou pela Bíblia e espalhava versículos pela casa. Eu olhava aquilo e achava legal, mas para o José”, revela.

A escritora conta que sua aproximação com Deus se deu por frustrações e pelo desejo de viver uma experiência com Ele: “Em 8 de outubro de 1998, decepcionada com todas as outras religiões que havia experimentado, pedi para Deus que, se ele existisse, desse uma prova de sua existência. Estava em casa e pedi um café. O José me trouxe e logo foi dizendo: ‘Olha, dona Íris, ainda bem que a senhora me chamou. Eu estava lá no seu jardim e o meu Deus mandou eu te dizer que a senhora é muito amada por Jesus’. Comecei a chorar. Aí, ele me disse que todos os funcionários se reuniam para orar por mim e pela minha família. No dia seguinte, fui atrás de uma Bíblia para saber quem é Jesus. O José quis me dar a dele. E eu não quis. Aí, ele me disse: ‘Dona Íris, a senhora tem tudo. Esse é o melhor presente que eu posso lhe dar e a senhora não quer aceitar?!’ Foi a primeira lição que tive. Como somos soberbos”, disse Íris à revista.

Reservada, a esposa do apresentador mais famoso do Brasil afirmou que não é filiada a uma denominação em especial: “Não sigo uma igreja específica. Nunca imaginava que um dia eu seria crente na vida. Mas, desde a conversão, eu me enfiava em qualquer garagem onde se falava de Jesus. Queria aprender. A primeira igreja em que estive foi a Assembleia de Deus. A segunda, a Congregação [Cristã no Brasil]. Lembro que fui de saia e Bíblia na mão (risos)”.

Como o marido é judeu, as filhas foram criadas com ensinamentos da religião judaica. Íris, porém, afirma que nunca tentou se converter ao judaísmo, e que ora junto ao marido: “Não tentei me converter ao judaísmo. Eu nunca seria judia. As meninas (filhas) aprenderam hebraico e fizeram Bar Mitzvá, acho bacana. O Silvio é judeu, vai à sinagoga, mas ele está quase vendo que o Messias… quando a gente ora, o Silvio se sente muito bem. Às vezes, ele pede para a Patrícia orar”, revela, fazendo referência à filha que tem se arriscado como apresentadora no SBT.

Confira abaixo, a íntegra da entrevista de Íris Abravanel à revista Istoé:

Onde a sra. busca inspiração para escrever? Impossível escrever uma história e não colocar um pouco do que você viveu, de livros que leu, de filmes a que assistiu. Uma vez cortei um pouco o cabelo das meninas (filhas) achando que isso fortaleceria o cabelo delas. As quatro chegaram à escola com cabelos tipo tigelinha. Aí, voltaram para casa p. da vida. Revivi um pouco disso em “Carrossel”. Nessa novela, insisti em cenas que mostram as crianças mais distantes de computadores, games, e mais dispostas a criar brincadeiras.

Coisas que a sra. fazia com as suas filhas? Sim. Então, você vê chapéu sendo feito com jornal e coisas do tipo, para despertar a criatividade delas. Mexer com fantasia da criança é sempre saudável. Quando somos pequenos, criamos um amigo imaginário e isso é positivo porque, assim, resolvemos conflitos, diferenciamos o bem e o mal. A gente está conseguindo passar coisas edificantes para a criançada. Fui professora durante cinco anos. Sempre gostei de trabalhar com criança. Por mim, eu teria dez filhos.

Por que a sra. resolveu iniciar uma nova carreira perto dos 60 anos? Eu vinha percebendo a dificuldade do Silvio em contratar autores de novelas. Os melhores estavam na Globo ou na Record. E o contrato do SBT com a Televisa (emissora mexicana parceira do SBT) havia terminado. Aí, em um jantar, ele lamentava a dificuldade que vinha enfrentando. E eu disse: “E se eu escrever?” Na hora, eu pensava em resolver um problema dele. E acabei ganhando um problemão! Sofri preconceito no início. Muita gente dizia: “Ela vai ficar dois meses nessa e não vai aguentar, vai para o shopping”. Mas, como diz o Chaves (personagem de uma série televisiva mexicana), “não contavam com a minha astúcia”!

Qual foi a reação do Silvio Santos?Quando perguntei ao Silvio o que achava de eu escrever novelas, ele me disse para ir em frente, mas para não retroceder depois. O nome da primeira novela, “Revelação”, foi o Silvio quem deu. Porque (eu fazer novela) seria uma revelação (risos). No começo, eu não era contratada pelo SBT. Trabalhei seis meses sem receber nada, até provar que eu seria capaz. Eu tinha um computador que não era de última, mas da primeira geração (risos). Eu fui montando a minha equipe com pessoas que conhecia. Éramos um exército de pernetas! Uma das colaboradoras, por exemplo, de professora de matemática passou a fazer cenas. Nós almoçávamos na minha casa. Foram seis meses de deserto, sem nenhum recurso. Hoje, sou funcionária do SBT. Tenho registro em carteira. Fazia pelo menos 30 anos que não tinha registro. Tive apenas um aumento, muito reivindicado, em cinco anos no SBT. Agora, com “Carrossel”, estou pensando em negociar de novo. Eu nunca tinha ido, por exemplo, sozinha ao SBT

E como foi a experiência? Cheguei na portaria um dia para uma reunião. Disse que eu me chamava Íris e tinha uma reunião marcada. Aí, me disseram: “Pois não, pode encostar ali do lado e aguardar.” E foi o que eu fiz. Fiquei ali aguardando até que a pessoa com quem eu ia falar avisou na portaria: “Vocês sabem quem é que está aí esperando?” Não sei bem o que aconteceu, ao certo, mas as portas se abriram e eu entrei (risos). E aí começou o respeito por mim, desde a portaria. Nunca falei “você sabe com quem está falando?” para alguém. Cada um no seu lugar, né? Logo depois, a minha equipe toda passou a ter crachá para entrar no SBT. Aí, não queriam dar um para mim, disseram que eu não precisaria. Eu chiei: “Como não preciso? Já fui barrada (risos)!” Aí, fui lá tirar foto e exigi crachá.

Como foi iniciar uma carreira na empresa do marido? À medida que você vai se relacionando, as pessoas vão esquecendo quem está por trás de você e passam a enxergar o lado profissional. Algumas pessoas, quando veem que há coisas a serem modificadas no meu trabalho, ainda têm dificuldade de dizer isso para mim. Mas com o tempo a gente (ela e Silvio) vira doce de festa e as pessoas se acostumam com a nossa figura.

Ainda consegue administrar a casa como fazia antes? Todos os nossos funcionários estão com a gente há mais de dez anos. Então, cada um já sabe o que fazer e eu não preciso ficar em cima. A coisa só muda quando a gente viaja. Aí, eu e o Silvio arregaçamos a manga. Eu faço a comida e o Silvio limpa a cozinha. Ele limpa a cozinha melhor do que eu. Limpa o fogão direitinho… Ele gosta de fritar bife. Tem o ponto da carne lá que ele gosta. E ele ama o Walmart, porque nesse supermercado tem de tudo.

Gostou quando Silvio assumiu os cabelos grisalhos na tevê? Eu estou acostumada, porque, quando a gente viaja, ele está assim. Mas achei o máximo ele se mostrar do jeito que é de verdade. Sabe por que gosto do grisalho? Porque o tom de pele dele fica mais suave, bonito. Mas tenho a impressão de que ele voltou a pintar o cabelo por causa da opinião das pessoas também.

O que aprendeu com o episódio do sequestro da sua filha Patrícia?Doía muito (quando a filha estava em poder do sequestrador, em 2001). É como se tivesse arrancado um pedaço de mim sem anestesia. Com o sequestro, aprendi a demonstrar mais amor, carinho, pelas pessoas enquanto elas estão ao nosso lado. Disseram que a Patrícia estava com síndrome de Estocolmo (quando a vítima passa a ter simpatia e até sentimento de amor ou amizade pelo seu agressor). Ela não teve síndrome nenhuma. Ela, naquele momento, enxergou a diferença da vida de dois jovens, a dela e a dele (sequestrador). Esse episódio não mudou nada em nossas vidas. Continuamos vivendo sem seguranças por perto, nada. Nossa maior segurança é Deus mesmo.

A sra. é evangélica. Como se deu a sua conversão? Foi dentro da minha casa. Eu não sabia, mas todos os meus funcionários eram evangélicos. Fui convertida pelo copeiro de casa, o José. Ele se alfabetizou pela Bíblia e espalhava versículos pela casa. Eu olhava aquilo e achava legal, mas para o José. Em 8 de outubro de 1998, decepcionada com todas as outras religiões que havia experimentado, pedi para Deus que, se ele existisse, desse uma prova de sua existência. Estava em casa e pedi um café. O José me trouxe e logo foi dizendo: “Olha, dona Íris, ainda bem que a senhora me chamou. Eu estava lá no seu jardim e o meu Deus mandou eu te dizer que a senhora é muito amada por Jesus”. Comecei a chorar. Aí, ele me disse que todos os funcionários se reuniam para orar por mim e pela minha família. No dia seguinte, fui atrás de uma “Bíblia” para saber quem é Jesus. O José quis me dar a dele. E eu não quis. Aí, ele me disse: “Dona Íris, a senhora tem tudo. Esse é o melhor presente que eu posso lhe dar e a senhora não quer aceitar?!” Foi a primeira lição que tive. Como somos soberbos.

Frequenta alguma denominação evangélica específica? A sra. tentou se converter ao judaísmo? Não sigo uma igreja específica. Nunca imaginava que um dia eu seria crente na vida. Mas, desde a conversão, eu me enfiava em qualquer garagem onde se falava de Jesus. Queria aprender. A primeira igreja em que estive foi a Assembleia de Deus. A segunda, a Congregação. Lembro que fui de saia e “Bíblia” na mão (risos). Mas não tentei me converter ao judaísmo. Eu nunca seria judia. As meninas (filhas) aprenderam hebraico e fizeram Bat Mitzvá, acho bacana. O Silvio é judeu, vai à sinagoga, mas ele está quase vendo que o Messias…quando a gente ora, o Silvio se sente muito bem. Às vezes, ele pede para a Patrícia orar.

Como conheceu o Silvio?Eu o conheci em uma praia, no Guarujá (SP). Eu ainda dava aula e estava noiva. Tinha de 18 para 19 anos e ele o dobro da minha idade. Foi uma tragédia, porque, quando o meu pai soube, ficou doente. A gente começou uma amizade e demorou para a gente ficar junto. Eu me casei, antes, e o Silvio foi padrinho. Me separei depois de cinco anos. A família era contra eu me relacionar com homem de televisão.

Quem de vocês dois foi mais tolerante em relação às idiossincrasias do companheiro? Eu era uma pessoa bem difícil, geniosa, meu ponto de vista tinha de prevalecer sempre, era teimosa. Hoje não. Como o Silvio, que também mudou, e hoje administra melhor o ciúme que ele sentia, por exemplo.

A separação que vocês tiveram nos anos 1990 tinha a ver com o ciúme também? 

Sim. Eu me sentia sufocada. Ele era muito ciumento, de controlar passo a passo. Depois desse episódio, ele aprendeu a administrar melhor. Foi uma briga de foice, de gigantes, eu com estilingue e ele com um exército (advogados foram contratados por ambas as partes). Depois que reatamos (permaneceram separados por cerca de seis meses), eu disse a ele: “Agora, não me separo nunca mais. Você vai ter de me aguentar para o resto da sua vida”.


Fonte: Gospel Mais/ Com informações Revista IstoÉ

COMO ASSIM, "NÃO TOQUE NO UNGIDO DO SENHOR"...?!



Há várias passagens na Bíblia onde aparecem expressões iguais ou semelhantes a estas do título desta postagem:

A ninguém permitiu que os oprimisse; antes, por amor deles, repreendeu a reis, dizendo: Não toqueis nos meus ungidos, nem maltrateis os meus profetas (1Cr 16:21-22; cf. Sl 105:15).

Todavia, a passagem mais conhecida é aquela em que Davi, sendo pressionado pelos seus homens para aproveitar a oportunidade de matar Saul na caverna, respondeu: "O Senhor me guarde de que eu faça tal coisa ao meu senhor, isto é, que eu estenda a mão contra ele [Saul], pois é o ungido do Senhor" (1Sm 24:6).

Noutra ocasião, Davi impediu com o mesmo argumento que Abisai, seu homem de confiança, matasse Saul, que dormia tranquilamente ao relento: "Não o mates, pois quem haverá que estenda a mão contra o ungido do Senhor e fique inocente?" (1Sm 26:9).
Davi de tal forma respeitava Saul, como ungido do Senhor, que não perdoou o homem que o matou: “Como não temeste estender a mão para matares o ungido do Senhor?” (2Sm 1:14).

Esta relutância de Davi em matar Saul por ser ele o ungido do Senhor tem sido interpretado por muitos evangélicos como um princípio bíblico referente aos pastores e líderes a ser observado em nossos dias, nas igrejas cristãs. Para eles, uma vez que os pastores, bispos e apóstolos são os ungidos do Senhor, não se pode levantar a mão contra eles, isto é, não se pode acusa-los, contraditá-los, questioná-los, criticá-los e muito menos mover-se qualquer ação contrária a eles. A unção do Senhor funcionaria como uma espécie de proteção e imunidade dada por Deus aos seus ungidos. Ir contra eles seria ir contra o próprio Deus.

Mas, será que é isto mesmo que a Bíblia ensina?

A expressão “ungido do Senhor” usada na Bíblia em referência aos reis de Israel se deve ao fato de que os mesmos eram oficialmente escolhidos e designados por Deus para ocupar o cargo mediante a unção feita por um juiz ou profeta. Na ocasião, era derramado óleo sobre sua cabeça para separá-lo para o cargo. Foi o que Samuel fez com Saul (1Sam 10:1) e depois com Davi (1Sam 16:13).

A razão pela qual Davi não queria matar Saul era porque reconhecia que ele, mesmo de forma indigna, ocupava um cargo designado por Deus. Davi não queria ser culpado de matar aquele que havia recebido a unção real.

Mas, o que não se pode ignorar é que este respeito pela vida do rei não impediu Davi de confrontar Saul e acusá-lo de injustiça e perversidade em persegui-lo sem causa (1Sam 24:15). Davi não iria matá-lo, mas invocou a Deus como juiz contra Saul, diante de todo o exército de Israel, e pediu abertamente a Deus que castigasse Saul, vingando a ele, Davi (1Sam 24:12). Davi também dizia a seus aliados que a hora de Saul estava por chegar, quando o próprio Deus haveria de matá-lo por seus pecados (1Sam 26:9-10).

O Salmo 18 é atribuído a Davi, que o teria composto “no dia em que o Senhor o livrou de todos os seus inimigos e das mãos de Saul”. Não podemos ter plena certeza da veracidade deste cabeçalho, mas existe a grande possibilidade de que reflita o exato momento histórico em que foi composto. Sendo assim, o que vemos é Davi compondo um salmo de gratidão a Deus por tê-lo livrado do “homem violento” (Sl 18:48), por ter tomado vingança dos que o perseguiam (Sl 18:47).

Em resumo, Davi não queria ser aquele que haveria de matar o ímpio rei Saul pelo fato do mesmo ter sido ungido com óleo pelo profeta Samuel para ser rei de Israel. Isto, todavia, não impediu Davi de enfrentá-lo, confrontá-lo, invocar o juízo e a vingança de Deus contra ele, e entregá-lo nas mãos do Senhor para que ao seu tempo o castigasse devidamente por seus pecados.

O que não entendo é como, então, alguém pode tomar a história de Davi se recusando a matar Saul, por ser o ungido do Senhor, como base para este estranho conceito de que não se pode questionar, confrontar, contraditar, discordar e mesmo enfrentar com firmeza pessoas que ocupam posição de autoridade nas igrejas quando os mesmos se tornam repreensíveis na doutrina e na prática.

Não há dúvida que nossos líderes espirituais merecem todo nosso respeito e confiança, e que devemos acatar a autoridade deles – enquanto, é claro, eles estiverem submissos à Palavra de Deus, pregando a verdade e andando de maneira digna, honesta e verdadeira. Quando se tornam repreensíveis, devem ser corrigidos e admoestados. Paulo orienta Timóteo da seguinte maneira, no caso de presbíteros (bispos/pastores) que errarem:
"Não aceites denúncia contra presbítero, senão exclusivamente sob o depoimento de duas ou três testemunhas. Quanto aos que vivem no pecado, repreende-os na presença de todos, para que também os demais temam" (1Tim 5:19-20).

Os “que vivem no pecado”, pelo contexto, é uma referência aos presbíteros mencionados no versículo anterior. Os mesmos devem ser repreendidos publicamente.

Mas, o que impressiona mesmo é a seguinte constatação. Nunca os apóstolos de Jesus Cristo apelaram para a “imunidade da unção” quando foram acusados, perseguidos e vilipendiados pelos próprios crentes. O melhor exemplo é o do próprio apóstolo Paulo, ungido por Deus para ser apóstolo dos gentios. Quantos sofrimentos ele não passou às mãos dos crentes da igreja de Corinto, seus próprios filhos na fé! Reproduzo apenas uma passagem de sua primeira carta a eles, onde ele revela toda a ironia, veneno, maldade e sarcasmo com que os coríntios o tratavam:

"Já estais fartos, já estais ricos; chegastes a reinar sem nós; sim, tomara reinásseis para que também nós viéssemos a reinar convosco.
Porque a mim me parece que Deus nos pôs a nós, os apóstolos, em último lugar, como se fôssemos condenados à morte; porque nos tornamos espetáculo ao mundo, tanto a anjos, como a homens.
Nós somos loucos por causa de Cristo, e vós, sábios em Cristo; nós, fracos, e vós, fortes; vós, nobres, e nós, desprezíveis.
Até à presente hora, sofremos fome, e sede, e nudez; e somos esbofeteados, e não temos morada certa, e nos afadigamos, trabalhando com as nossas próprias mãos. Quando somos injuriados, bendizemos; quando perseguidos, suportamos; quando caluniados, procuramos conciliação; até agora, temos chegado a ser considerados lixo do mundo, escória de todos.
Não vos escrevo estas coisas para vos envergonhar; pelo contrário, para vos admoestar como a filhos meus amados. Porque, ainda que tivésseis milhares de preceptores em Cristo, não teríeis, contudo, muitos pais; pois eu, pelo evangelho, vos gerei em Cristo Jesus. Admoesto-vos, portanto, a que sejais meus imitadores" (1Cor 4:8-17).

Por que é que eu não encontro nesta queixa de Paulo a repreensão, “como vocês ousam se levantar contra o ungido do Senhor?” Homens de Deus, os verdadeiros ungidos por Ele para o trabalho pastoral, não respondem às discordâncias, críticas e questionamentos calando a boca das ovelhas com “não me toque que sou ungido do Senhor,” mas com trabalho, argumentos, verdade e sinceridade.

“Não toque no ungido do Senhor” é apelação de quem não tem nem argumento e nem exemplo para dar como resposta.

sexta-feira, 5 de abril de 2013

OS TRÊS APACENTARES DE CRISTO JESUS

"Disse-lhe terceira vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Simão entristeceu-se por lhe ter dito terceira vez: Amas-me? E disse-lhe: Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo. Jesus disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas." -João 21:17

1. Pedro deveria apascentar os cordeiros - Cordeiros são as ovelhinhas recém nascidas que requerem muitos cuidados especiais por parte do pastor. No caso os crentes recém convertidos que devem crescer na fé para receberem a formação devida para o viver normal e bíblico.

2. Pedro deveria apascentar as ovelhas - Ovelhas aqui no caso são as jovens que estão chegando à maturidade, portanto prontas para o acasalmento e reprodução. Aqui são os crentes que cresceram na fé e estão prontos para alcançar as vidas para o rebanho do Mestre. Já receberam os devidos treinamentos e formação para o crescimento do rebanho do Mestre.

3. Pedro deveria apascentar as ovelhas que já reproduziram suas ovelhinhas. São os crentes mais maduros que chegaram à maturidade espiritual tendo alcançando vidas para o Reino de Deus. Devem ser apascentadas também assim como nossos crentes mais maduros que cresceram espiritualmente a fim de que esse crescimento não seja estagnado pelos cuidados do mundo. São as ovelhas que formarão os novos evangelistas e ganhadores de almas.

Ivo Prado.