segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

UMA REFLEXÃO DE IGREJA EM CÉLULAS

Igreja em Células - O Povo Que Se Importa

Encontro:- (Quebra-gelo) - Cada pessoa deve falar:- Os melhores anos de minha vida estão no passado, no presente ou no futuro?

Exaltação:- Salmo 117:- “Louvai ao Senhor vós todos os gentios, lou­vai-o todos os povos. Porque mui grande é a sua misericórdia para co­nosco e a fidelidade do Senhor subsiste para sempre. Aleluia!”. Exal­temos a misericórdia e a fidelidade do Senhor com cânticos, palavras e ora­ções de exaltação. É hora de usarmos nossos dons espirituais para proveito de todos participantes desta igreja caseira.

Edificação:- No culto de celebração, o pastor Moacir nos falou de JUSTIÇA, em continuação ao assunto iniciado no domingo anterior. Deus mede a nossa conduta através do seu padrão de justiça (Isaías 26.7). Para exercermos justiça necessitamos temer a Deus. Vamos ler a Palavra em I Pedro 1. 13 a 19. Com base nessa Palavra vamos todos comentar as per­guntas abaixo:-

1. Verso 14 - As paixões do passado podem servir de molde para a nossa vida?

2. Versos 15 e 16 - O Cristianismo exige um padrão de vida, de justiça e santidade, para isso temos recebido da graça de Jesus em nossos cora­ções. Qual deve ser o nosso padrão de santidade?

3. Versos 18 e 19 - Quando uma pessoa é seqüestrada, os bandidos exi­gem quantias em dinheiro para o resgate. Nós estávamos prisioneiros de satanás, o nosso dinheiro (ouro e prata) poderia pagar o preço do nosso resgate, da nossa libertação?

4. Alguma coisa tem impedido você de assumir um compromisso com Jesus? Agora é hora de amarrarmos todo sentimento de tristeza, enfer­midade, lembranças más do passado. Vamos nos livrar desses males, colocando-os agora em oração na cruz onde Jesus Cristo levou as nos­sas maldições.

Evangelismo:- Estamos felizes com Jesus? É hora de repartirmos essa felicidade com os nossos queridos. Vamos orar por eles que foram ou estão sendo colocados em nossa relação do OIKÓS (parentes e amigos).

No domingo às 19,30 horas participe do culto de celebração,

se possível, levando mais uma pessoa

Nenhum comentário:

Postar um comentário