quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

A sua esponja de cozinha é tão nojenta quanto o cheiro dela

A sua esponja de cozinha é tão nojenta quanto o cheiro dela

A esponja de cozinha é o objeto mais sujo da sua casa. Acredite, ela é mais nojenta do que o assento da privada, do que a lata de lixo e o balde onde se colocam as fraldas sujas.
"A esponja tem vários cantinhos e reentrâncias, então à medida que você limpa sujeiras que contêm possíveis micróbios, alguns deles ficam presos na esponja”, disse oDr. Philip Tierno, professor dos departamentos de Microbiologia e Patologia na universidade NYU Langone e autor do livro The Secret Life of Germs (A Vida Secreta dos Germes) ao HuffPost. "As pessoas enxáguam as esponjas, mas na verdade precisam higienizá-las. E isso as pessoas não fazem”.
Quando você limpa restos de comida dos seus pratos sujos, tábuas de cortar e bancadas da pia, qualquer micróbio do que você derramou pode preencher os espaços vazios da esponja úmida, que fica ao lado da sua pia. Enquanto a esponja fica lá molhada e parada até o próximo uso, novas bactérias crescem com uma velocidade impressionante, uma vez a cada 20 minutos, de acordo com Tierno.
A tábua de cortar também se destaca nesse quesito: Depois que você corta um pedaço de carne crua, é comum limpar o sangue e outros líquidos que se colecionam ali – muitas vezes um ambiente bastante favorável para uma das mais conhecidas bactérias que contaminam os alimentos: a salmonela. Porém, nem os vegetarianos e veganos estão isentos desses riscos.
"Até os resíduos vegetais podem conter esses germes”, afirmou Tierno. As verduras podem estar contaminadas com a bactéria E.coli. Algumas das variações dessa bactéria causam diarréia. Infecções causadas pelo E. coli também podem causar infecções urinárias e pneumonia.
Se você usa uma esponja para lavar um prato e depois o considera “limpo”, bem, na verdade ele provavelmente está mais sujo do que antes de você passar a esponja nele. “Água e sabão não matam germes – só os retiram do objeto. Mas se a esponja que você usa para lavar o prato já está suja, você está só deixando uma bela camada de germes no seu prato”. Então, basicamente, os germes que estão no prato podem ser retirados, mas os germes mais fortes que estão na esponja serão transferidos para o prato. Que nojo!
 
E aquele conhecido ‘cheirinho’ da esponja? “Se existe um odor, então existem germes”, disse Tierno.
Mas não precisa se desesperar, existe esperança para ter uma cozinha higiênica sem abandonar o uso da esponja como ferramenta de limpeza. O melhor agente de higienização é a água sanitária. Prepare uma solução desinfetante misturando uma medida de água sanitária para nove medidas de água e deixe a esponja mergulhada na mistura de 10 a 30 segundos (ou mais). “Isso vai matar todos os micróbios que estão crescendo dentro da esponja”, afirmou Tierno.

Ele sugere deixar uma vasilha com a solução facilmente acessível toda vez que você usar a esponja, para que você possa usá-la (mas não reutilize a mistura). Depois de mergulhar a esponja, você deve torcê-la para tirar o líquido e deixar que ela seque: “Só o fato de estar seca já conserva a esponja – previne que qualquer coisa cresça nela”. Mas Tierno adverte que só o fato da esponja estar seca não significa que os micróbios que vivem nela serão eliminados – a esponja precisa ser desinfetada primeiro.
Você também pode colocar a esponja no microondas para desinfetá-la, mas esse método não é tão simples quanto só colocar dentro do aparelho e apertar o botão “iniciar”. Tierno diz que a esponja deve ser mergulhada em uma tigela de água e depois disso colocada no microondas. A água precisa ser aquecida a ponto de ferver – o que permeará a esponja e matará os micróbios. Essa estratégia de higienização demora mais do que o método da água sanitária, pois você precisa certificar-se de que a água está fervendo. Da mesma forma que com a primeira técnica, depois que a esponja ficar saturada, deixe que ela seque.
Uma vez que você tiver limpado a sua esponja corretamente, lave bem as mãos. Depois de tanto esfregar e limpar, você tocou em muitos dos micróbios que deixaram a sua esponja contaminada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário