sexta-feira, 24 de abril de 2015

Como usar um guardanapo para provar que uma testemunha de Jeová está errada

O texto abaixo foi adaptado de uma ilustração de Greg Koukl, apresentada no site da TGC.

João 1:1-3 diz:

Tradução Novo Mundo (TJs)

"No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com o Deus, e a Palavra era [um] deus. Este estava no princípio com o Deus. Todas as coisas vieram à existência por intermédio dele, e à parte dele nem mesmo uma só coisa veio à existência."

Tradução Fridolin Janzen:
"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Esse estava no princípio com Deus. Tudo surgiu por intermédio dele, e à parte dele nada surgiu, daquilo que surgiu."

Considere uma conversa típica entre um cristão [C] e uma “testemunha de Jeová” [TJ] após terem lido o texto João 1:1-3.

C: O retângulo abaixo [desenhado em um pedaço de guardanapo]
representa todas as coisas que existem.

TJ: Ok.

C: A linha no meio do retângulo divide tudo aquilo que existe em duas categorias. No lado esquerdo estão todas as coisas que existem, mas que não vieram a existência (coisas que não foram criadas). O que entra nesta categoria?

TJ: Deus.

C: Muito bem. Na categoria da direita estão todas as coisas que vieram a existir. Nesta categoria entram todas as coisas criadas, certo?

TJ: Sim.


C: Segundo o verso 3 de João 1, tudo no retângulo foi criado através de Jesus. Certo?

TJ: Certo.

C: Ok. Então podemos ilustrar isso da seguinte forma:



TJ: Sim.

C: De acordo com a lei do terceiro excluído, ou uma coisa foi criada ou ela não foi criada. Não há uma terceira opção. Assim, as categorias abrangem todas as opções. De acordo com a lei da não contradição, uma coisa não pode ser criada e não criada. Portanto, as categorias são mutuamente exclusivas. Qualquer coisa precisa ou estar numa ou na outra categoria. É muito simples.

Em qual categoria Jesus se encaixa?

TJ: ... [fim de conversa]

O primeiro impulso dos TJs seria colocar Jesus na categoria das coisas que vieram a existir. É a teologia deles. Mas João 1:3 não permite essa opção. Verifique novamente as palavras de João. Ele diz:

Tradução Novo Mundo

Todas as coisas vieram à existência por intermédio dele, e à parte dele nem mesmo uma só coisa veio à existência.

Tradução Fridolin Janzen

Tudo surgiu por intermédio dele, e à parte dele nada surgiu, daquilo que surgiu.

João diz o mesmo de duas formas diferentes. Tudo que começa a existir deve a sua existência a Jesus, o qual ocasionou a sua existência. Se Jesus é a causa de todas as coisas criadas terem vindo a existência, então Ele deve ter existido antes que todas as coisas criadas tenham vindo a existência. Portanto, a Palavra [ou o Verbo] não pode ter sido criado.

Em outras palavras, se Jesus criou tudo que veio a existir, e Jesus também veio a existência (conforme os TJs pregam), então Jesus criou a Si mesmo. Ele teria que existir como Criador antes que Ele tenha existido como criatura, o que é absurdo. Portanto, Jesus não pode ser enquadrado na categoria “todas as coisas que vieram a existir”.

Se Jesus não pode ser posicionado no lado direito, então Ele precisa ser colocado no lado esquerdo. Assim, Jesus fica identificado com o Criador não criado. Jesus é Deus.

http://origemedestino.org.br/blog/johannesjanzen/?post=770

Enviado por: Johannes Janzen

Nenhum comentário:

Postar um comentário