segunda-feira, 3 de julho de 2017

04 DE JULHO - LEITURA BÍBLICA ANUAL - 2° Crônicas 03 A 05.

2 Crônicas 3

Salomão constrói o templo

1Então Salomão começou a construir o templo do Senhor em Jerusalém, no monte Moriá, onde o Senhor havia aparecido a seu pai Davi, na eira de Araúna, o jebuseu, local que havia sido providenciado por Davi.
2Começou a construção no segundo dia do segundo mês do quarto ano de seu reinado.
3Os alicerces que Salomão lançou para o templo de Deus tinham vinte e sete metros de comprimento e nove metros de largura, pela medida antiga.
4O pórtico da entrada do templo tinha nove metros de largura e nove metros de altura. Ele revestiu de ouro puro o seu interior.
5Recobriu de pinho o átrio principal, revestiu-o de ouro puro e decorou-o com desenhos de tamareiras e correntes.
6Ornamentou o templo com pedras preciosas. O ouro utilizado era de Parvaim.
7Tam­bém revestiu de ouro as vigas do forro, os batentes, as paredes e as portas do tem­plo, e esculpiu querubins nas paredes.
8Fez o Lugar Santíssimo, com nove metros de comprimento e nove metros de largura, igual à largura do templo. Revestiu o seu interior de vinte e uma toneladas de ouro puro.
9Os pregos de ouro pesavam seiscentos gramas. Tam­bém revestiu de ouro as salas superiores.
10No Lugar Santíssimo esculpiu e revestiu de ouro dois querubins,
11os quais, de asas abertas, mediam juntos nove metros. Cada asa, de dois metros e vinte e cinco cen­tímetros, tocava, de um lado, na parede do templo
12e, do outro lado, na asa do outro querubim.
13Assim os querubins, com asas que se estendiam por nove metros, estavam em pé, de frente para o átrio principal.
14Ele fez o véu de tecido azul, roxo, vermelho e linho fino, com querubins desenhados nele.
15Fez na frente do templo duas colunas, que, juntas, tinham dezesseis metros, cada uma tendo em cima um capitel com dois metros e vinte e cinco centímetros.
16Fez correntes entrelaçadas e colocou-as no alto das colunas. Fez também cem romãs, colocando-as nas correntes.
17Depois levantou as colunas na frente do templo, uma ao sul, outra ao norte; à que ficava ao sul deu o nome de Jaquim e à que ficava ao norte, Boaz.

2 Crônicas 4

O mobiliário do templo

1Salomão também mandou fazer um altar de bronze de nove metros de comprimento, nove metros de largura e quatro metros e meio de altura.
2Fez o tanque de metal fundido, redondo, medindo quatro metros e meio de diâmetro e dois metros e vinte e cinco centímetros de altura. Era preciso um fio de treze metros e meio para medir a sua circunferência.
3Abaixo da borda e ao seu redor havia figuras de touro, de cinco em cinco centímetros. Os touros foram fundidos em duas fileiras e numa só peça com o tanque.
4O tanque ficava sobre doze touros, três voltados para o norte, três para o oeste, três para o sul e três para o leste. Ficava em cima deles, e as pernas traseiras dos touros eram voltadas para o centro.
5A espessura do tanque era de qua­tro dedos, e sua borda era como a borda de um cálice, como uma flor de lírio. Sua capacidade era de sessenta mil litros.
6Fez dez pias, colocando cinco no lado sul e cinco no lado norte. Nelas era lavado tudo o que era usado nos holocaustos, enquanto que o tanque servia para os sacerdotes se lavarem.
7Fez dez candelabros de ouro, de acordo com as especificações, e os colocou no templo, cinco no lado sul e cinco no lado norte.
8Fez dez mesas e as colocou no templo, cinco no lado sul e cinco no lado norte. Também fez cem bacias de ouro para aspersão.
9Fez ainda o pátio dos sacerdotes e o pátio prin­cipal com su­as portas e revestiu de bronze as suas portas.
10Pôs o tanque no lado sul, no canto sudeste do templo.
11Também fez os jarros, as pás e as bacias para aspersão.
Hurão-Abi terminou assim o trabalho de que fora encarregado pelo ­rei Salomão no tem­plo de Deus:
12As duas colunas;
os dois capitéis em forma de taça no alto das colunas;
os dois conjuntos de correntes que decoravam os dois capitéis;
13as quatrocentas romãs para os dois con­juntos de correntes, sendo duas fileiras de romãs para cada conjunto;
14os dez carrinhos com as suas dez pias;
15o tanque e os doze touros debaixo dele;
16os jarros, as pás, os garfos de carne e todos os utensílios afins.
Todos esses utensílios que Hurão-Abi fez para o templo do Senhor, a pedido do rei Salomão, eram de bronze polido.
17Foi na planície do Jordão, entre Sucote e Zeredá, que o rei os mandou fundir, em moldes de barro.
18Sa­lomão os fez em tão grande quantidade que não se pôde determinar o peso do bron­ze utilizado.
19Além desses, Salomão mandou fazer tam­bém todos estes outros utensílios para o tem­plo de Deus:
O altar de ouro;
as mesas sobre as quais ficavam os pães da Presença;
20os candelabros de ouro puro com suas lâmpadas, para alumiarem diante do santuário interno, conforme determinado;
21as flores, as lâmpadas e as tenazes de ouro maciço;
22os cortadores de pavio, as bacias para aspersão, as tigelas, os incensários de ouro puro e as portas de ouro do templo: tanto as portas da sala interna, o Lugar Santíssimo, quan­to as portas do átrio principal.

2 Crônicas 5

1Terminada toda a obra que Salomão havia realizado para o templo do Senhor, ele trouxe as coisas que seu pai, Davi, tinha consagrado e as colocou junto com os tesouros do tem­plo de Deus: a prata, o ouro e todos os utensílios.

A arca é levada para o templo

2Então Salomão reuniu em Jerusalém as autoridades de Israel e todos os líderes das tribos e os chefes das famílias israelitas, para levarem de Sião, a Cidade de Davi, a arca da aliança do Senhor.
3E todos os homens de Israel uniram-se ao rei por ocasião da festa, no sétimo mês.
4Quando todas as autoridades de Israel chegaram, os levitas pegaram a arca
5e a levaram com a Tenda do Encontro e com todos os seus utensílios sagrados. Foram os sacerdotes levitas que levaram tudo.
6O rei Salomão e toda a comunidade de Israel que se havia reunido a ele diante da arca sacrificaram tantas ­ovelhas e bois que nem era possível con­tar.
7Os sacerdotes levaram a arca da aliança do Senhor para o seu lugar no santuário interno do templo, no Lugar Santíssimo, e a colocaram debaixo das asas dos querubins.
8Os querubins tinham suas asas estendidas sobre o lugar da arca e cobriam a arca e as varas utilizadas para o trans­porte.
9Es­sas varas eram tão compridas que as suas pontas se estendiam para fora da arca e podiam ser vistas da parte da fren­te do santuário interno, mas não de fora dele; e elas estão lá até hoje.
10Na arca havia só as duas tábuas que Moisés tinha colocado quando estava em Horebe, onde o Senhor fez uma aliança com os israelitas depois que saíram do Egito.
11Os sacerdotes saíram do Lugar Santo. Todos eles haviam se consagrado, não importando a divisão a que pertenciam.
12E todos os levitas que eram músicos - Asafe, Hemã, Jedutum e os filhos e parentes deles - ficaram a leste do altar, vestidos de linho fino, tocando címbalos, harpas e liras, e os acompanhavam cento e vinte sacerdotes tocando cornetas.
13Os que tocavam cornetas e os cantores, em unís­sono, louvaram e agra­deceram ao Senhor. Ao som de cornetas, címbalos e outros instrumentos, levantaram suas vozes em louvor ao Senhor e cantaram:
"Ele é bom;
o seu amor dura para sempre".
Então uma nuvem encheu o templo do Senhor,
14de forma que os sacerdotes não podiam desempenhar o seu serviço, pois a glória do Senhor encheu o templo de Deus.
Temas relacionados com o 2 Crônicas 5:

Nenhum comentário:

Postar um comentário