quarta-feira, 12 de julho de 2017

13 DE JULHO - LEITURA BÍBLICA ANUAL - 2° Crônicas 22 A 24.


2 Crônicas 22

Acazias é rei de Judá

1O povo de Jerusalém proclamou Acazias, filho mais novo de Jeorão, rei em seu lugar, uma vez que as tropas que tinham vindo com os árabes mataram todos os outros filhos dele. Assim começou a reinar Acazias, filho de Jeorão, rei de Judá.
2Acazias tinha vinte e dois anos de idade quando começou a reinar e reinou um ano em Jerusalém. O nome de sua mãe era Atalia, neta de Onri.
3Ele também andou nos caminhos da família de Acabe, pois sua mãe lhe dava maus conselhos.
4Ele fez o que o Senhor reprova, como os membros da família de Acabe haviam feito, pois, depois da morte de seu pai, eles se tornaram seus conselheiros, para sua ruína.
5Ele também seguiu o conselho deles quan­do se aliou a Jorão, filho de Aca­be, rei de Israel, e saiu à guerra contra Hazael, rei da Síria, em Ramote-Gileade. Jorão foi ferido
6e voltou a Jezreel para recuperar-se dos ferimentos sofridos em Ramote, na batalha contra Hazael, rei da Síria.
Depois Acazias, rei de Judá, foi a Jezreel visitar Jorão, que se recuperava de seus ferimentos.
7Por meio dessa visita, Deus provocou a queda de Acazias. Quando ele chegou, saiu com Jorão ao encontro de Jeú, filho de Ninsi, a quem o Senhor havia ungido para destruir a família de Aca­be.
8Quando Jeú estava executando juízo sobre a família de Acabe, encontrou os líderes de Judá e os filhos dos parentes de Acazias, que o serviam, e os matou.
9Saiu então em busca de Acazias, e seus soldados o capturaram em Samaria, onde ­estava escondido. Levado a Jeú, Acazias foi morto. Mas não lhe negaram sepultura, pois disseram: "Ele era neto de Josafá, que buscou o Senhor de todo o coração". Assim, a família de Aca­zias não tinha mais ninguém ­que pudesse ser rei.

Atalia e Joás

10Quando Atalia, mãe de Acazias, soube que seu filho estava morto, mandou matar toda a família real de Judá.
11Mas Jeoseba, filha do rei Jeorão, pegou Joás, um dos filhos do rei Acazias que iam ser assassinados­, e o colocou num quarto, junto com a sua ama. Assim Jeoseba, filha do rei Jeorão, mulher do sacerdote Joiada e irmã de Aca­zias, escondeu Joás de Atalia, de forma que ela não pôde matá-lo.
12Seis anos ele ficou escondido com elas no templo de Deus, en­quanto Atalia governava o país.

2 Crônicas 23

1No sétimo ano Joiada encorajou-se e fez um acordo com os líderes dos batalhões de cem: Azarias, filho de Jeroão; Ismael, filho de Joanã; Azarias, filho de Obede; Maaseias, filho de Adaías; e Elisafate, filho de Zicri.
2Eles percorreram todo o Judá e reuniram de todas as cidades os levitas e os chefes das famílias israelitas. Quando chegaram a Jerusalém,
3toda a assembleia fez um acor­do com o rei no templo de Deus.
Joiada lhes disse: "Reinará o filho do rei, conforme o Senhor prometeu acerca dos descendentes de Davi.
4Vocês vão fazer o seguinte: Um terço de vocês, sacerdotes e levitas que entrarão de serviço no sábado, deverá ficar vigiando nas portas do templo,
5um terço no palácio real e um terço na porta do Alicerce; e todo o povo estará nos pátios do templo do Senhor.
6Ninguém deverá entrar no templo do Senhor, exceto os sacerdotes e os levitas de serviço; estes podem entrar porque foram con­sagrados, mas o povo deverá observar o que o Senhor lhes determinou.
7Os levitas deverão posicionar-se em torno do rei, todos de armas na mão. Matem todo aquele que entrar no templo­. Acompanhem o rei aonde quer que ele for".
8Os levitas e todos os homens de Judá fizeram como o sacerdote Joiada havia ordenado. Cada um levou seus soldados, tanto os que estavam entrando de serviço no sábado como os que ­ estavam saindo, pois o sacerdote Joiada não havia dispensado nenhuma das divisões.
9Então ele deu aos líderes dos batalhões de cem as lanças e os escudos grandes e pequenos que haviam pertencido ao rei Davi e que estavam no templo de Deus.
10Posicionou todos os homens, cada um de arma na mão, em volta do rei, perto do altar e no templo, desde o lado sul até o lado norte do templo.
11Joiada e seus filhos trouxeram o filho do rei e o coroaram; entregaram-lhe uma cópia da aliança e o proclamaram rei, ungindo-o e gritando: "Viva o rei!"
12Quando Atalia ouviu o barulho do povo correndo e aclamando o rei, foi ao templo do Senhor, onde estava o povo.
13Lá ela viu o rei à entrada, em pé, junto à coluna. Os oficiais e os tocadores de cornetas estavam ao lado do rei, e todo o povo se alegrava ao som das cornetas; os músicos, com seus instru­mentos musicais, dirigiam os louvores. Então Ata­lia rasgou suas vestes e gritou: "Traição! Traição!"
14O sacerdote Joiada ordenou aos líderes dos batalhões de cem que estavam no comando das tropas: "Levem-na para fora por entre as fileiras e matem à espada todo aquele que a se­guir". Pois o sacerdote dissera: "Não a matem no templo do Senhor".
15Então eles a pren­deram e ­a levaram à porta dos Cavalos, no terreno do palácio, e lá a mataram.
16E Joiada fez um acordo pelo qual ele, o povo e o rei seriam o povo do Senhor.
17En­tão todo o povo foi ao templo de Baal e o derrubou. Despedaçaram os altares e os ídolos e mataram Matã, sacerdote de Baal, em frente aos altares.
18Joiada confiou a supervisão do templo do Senhor aos sacerdotes levitas, aos quais Davi tinha atribuído tarefas no templo, para apresentarem os holocaustos ao Senhor, conforme está escrito na Lei de Moisés, com júbilo e cânticos, segundo as instruções de Davi.
19Também pôs guardas nas portas do templo do Senhor para que não entrasse ninguém que de alguma forma estivesse impuro.
20Levou consigo os líderes dos batalhões de cem, os nobres, os governantes do povo e todo o povo e, juntos, conduziram o rei do templo do Senhor ao palácio, passando pela porta superior, e instalaram o rei no trono;
21e todo o povo se alegrou. A cidade acalmou-se depois que Atalia foi morta à espada.

2 Crônicas 24

Joás repara o templo

1Joás tinha sete anos de idade quan­do se tornou rei e reinou quarenta anos em Jerusalém. O nome de sua mãe era Zíbia; ela era de Berseba.
2Joás fez o que o Senhor apro­va enquanto viveu o sacerdote Joiada.
3Este escolheu para Joás duas mulheres, e ele teve filhos e filhas.
4Algum tempo depois, Joás decidiu fazer reparos no templo do Senhor.
5Ele reuniu os sacerdotes e os levitas e lhes disse: "Vão às cidades de Judá e recolham o imposto devido anual­mente por todo o Israel, para fazer reparos no templo de seu Deus. Vão agora mes­mo!" Os levitas, porém, não agiram imediatamente.
6Por isso o rei convocou Joiada, o sumo sacerdote, e lhe perguntou: "Por que você não exigiu que os levitas trouxessem de Judá e de Jerusalém o imposto determinado por Moisés, servo do Senhor, e pela assembleia de Israel, para a tenda da arca da aliança?"
7De fato, Atalia, aquela mulher ímpia, e os seus filhos tinham arrombado o templo de Deus e tinham até usado os seus objetos sagrados para cultuar os baalins.
8Então, por ordem do rei, fizeram uma caixa e a colocaram do lado de fora, à entrada do tem­plo do Senhor.
9Fez-se a seguir uma proclamação em Judá e em Jerusalém para que trouxes­sem ao Senhor o imposto que Moisés, servo de Deus, havia exigido de Israel no deserto.
10To­dos os líderes e todo o povo trou­xeram com alegria as suas contribuições, colocando-as na caixa até enchê-la.
11Sempre que os levitas levavam a caixa até os supervisores do rei e estes viam que havia muita ­prata, o secretário real e o oficial do sumo sacerdote esvaziavam-na e a levavam de volta. Fazendo isso regularmente, ajuntaram uma grande quan­tidade de prata.
12O rei e Joiada entregavam essa prata aos homens que executavam os trabalhos necessários no templo do Senhor. Eles con­tratavam pedreiros, carpinteiros e também operários que trabalhavam em ferro e em bron­ze para restaurarem o templo do ­Senhor.
13Os homens encarregados do trabalho eram diligentes, o que garantiu o progresso da obra de reforma. Eles reconstruíram o templo de Deus de acordo com o modelo original e o reforçaram.
14Quan­do terminaram, trouxeram o restante da prata ao rei e a Joiada, e com ela foram feitos utensílios para o templo do Senhor; utensílios para o serviço e para os holocaustos, além de tigelas e outros objetos de ouro e de prata. Enquanto Joiada viveu, holocaustos foram apresentados continuamente no templo do Senhor.
15Joiada morreu com idade avançada, com cento e trinta anos.
16Foi sepultado com os reis na Cidade de Davi, em atenção ao bem que havia feito em Israel em favor de Deus e do seu templo.

A maldade de Joás

17Depois da morte de Joiada, os líderes de Judá foram falar com o rei e lhe prestaram reverência, e ele aceitou o que disseram.
18Então abandonaram o tem­plo do Senhor, o Deus dos seus antepassados, e pres­taram culto aos pos­tes sagrados e aos ídolos. Por culpa deles, a ira de Deus veio sobre Judá e Jerusalém.
19Em­bora o Senhor tivesse enviado profetas ao povo para trazê-lo de volta para ele, e os profetas tivessem testemunhado contra o povo que não quis ouvi-los.
20Então o Espírito de Deus apoderou-se de Za­carias, filho do sacerdote Joiada. Ele se colocou diante do povo e disse: "Isto é o que Deus diz: 'Por que vocês desobedecem aos manda­mentos do Senhor? Vocês não prosperarão. Já que abandonaram o Senhor, ele os aban­donará' ".
21Mas alguns conspiraram contra ele e, por ordem do rei, apedrejaram-no até a morte no pátio do templo do Senhor.
22O rei Joás não levou em conta que Joiada, pai de Zacarias, tinha sido bon­doso com ele, e matou o seu filho. Este, ao ­mor­rer, exclamou: "Veja isto o Senhor e faça justiça!"
23Na virada do ano, o exército arameu marchou contra Joás; invadiu Judá e Jerusalém, matou todos os líderes do povo e enviou para Damasco, ao seu rei, tudo o que saqueou.
24Em­bora o exér­cito arameu fosse pequeno, o Senhor entregou nas mãos dele um exército muito maior, por Judá ter abandonado o Senhor, o Deus dos seus antepassados. Assim o juízo foi executado sobre Joás.
25Quando os arameus foram embora, deixaram Joás seriamente ferido. Seus oficiais ­conspiraram contra ele, porque ele tinha assassinado o filho do sacerdote Joiada, e o mataram em sua cama. Assim ele morreu e foi sepultado na Cidade de Davi, mas não nos túmulos dos reis.
26Os que conspiraram contra ele foram Zabade, filho da amonita Simeate, e Jeozabade, filho da moabita Sinrite.
27Quanto a seus filhos, às muitas profecias a seu respeito e ao relato da restauração do templo de Deus, tudo está escrito nas ano­tações dos livros dos reis. E seu filho Ama­zias foi o seu sucessor.




Nenhum comentário:

Postar um comentário